250.000 terços para Cuba

Uma oferta da Ajuda à Igreja que Sofre

| 806 visitas

ROMA, quarta-feira, 28 de março de 2012 (ZENIT.org) – A Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) doou 250.000 terços ao povo de Cuba durante a visita do papa Bento XVI à ilha, que começou ontem, 26 de março.

A organização caritativa baseada em Königstein, na Alemanha, distribuiu também 250.000 panfletos que explicam como rezar o terço, 15.000 cartilhas sobre o terço para crianças e 10.000 “caixas de oração”, kits com rosário de anel, um pequeno recipiente com água benta, um crucifixo e o texto com as orações básicas.

Reafirmando a importância de apoiar a evangelização católica na ilha, o coordenador da AIS para a América Latina, Ulrich Kny, disse que a Igreja ainda se recupera das décadas em que os cidadãos cubanos não eram livres para praticar a fé.

Kny lembrou que, em 1960 o regime de Fidel Castro confiscou igrejas católicas, escolas, hospitais e outros edifícios, e centenas de sacerdotes e religiosos foram expulsos. "A Igreja em Cuba ainda está sofrendo as conseqüências dessa experiência dolorosa. Por esta razão, Cuba continua a ser uma prioridade para a AIS", disse ele.

A visita de Bento XVI coincide com as celebrações dos 400 anos do achado da imagem de Nossa Senhora da Caridade do Cobre. A imagem da Virgem Maria com o Menino Jesus nos braços foi encontrada em 1612 por três mineradores do sal na baía de Nipe, no extremo nordeste da ilha, e trazida para El Cobre, de onde a devoção se espalhou por toda a ilha. A Virgen de la Caridad del Cobre é venerada hoje como a padroeira do país caribenho.

Dos 250.000 terços doados pela AIS, todos com a imagem de Nossa Senhora do Cobre, 100.000 foram para a arquidiocese de Santiago de Cuba, que abriga o santuário de El Cobre. Outros 60.000 rosários foram dados à arquidiocese de Havana, onde o Santo Padre celebrará a missa de encerramento da visita-peregrinação. Os restantes 90.000 foram distribuídos em nove outras dioceses cubanas.

Os terços são vendidos a um preço simbólico, tanto no santuário quanto nas paróquias. O dinheiro arrecadado será usado na reestruturação e na ampliação do centro de peregrinação e do santuário de Nossa Senhora da Caridade do Cobre.

Todos os anos, cerca de 500.000 pessoas visitam o centro de peregrinação de El Cobre. Cuba tem uma população de 11,2 milhões de habitantes, dos quais mais de 60% são católicos, embora sejam praticantes irregulares.