3º bispo da diocese de Guanhães, dom Jeremias Antônio de Jesus.

Ir. Maria Nilza da Silva narra em primeira pessoa a cerimônia

| 1255 visitas

BRASILIA, sexta-feira, 10 de agosto de 2012 (ZENIT.org) - No dia 4 de Agosto, em Atibaia, SP, houve a consagração episcopal do 3º bispo da diocese de Guanhães, dom Jeremias Antônio de Jesus. A celebração foi presidida pelo bispo de Bragança Paulista, dom Sérgio Aparecido Colombo.

Publicamos abaixo notícia que a Ir. Maria Nilza da Silva enviou a ZENIT, onde narra em primeira pessoa essa recente consagração episcopal.  

***

Dia 4 de agosto, 16 horas. O trajeto da procissão de entrada para a Santa Missa passa pelo Santuário, onde Dom Jeremias renova a sua consagração à Mãe e Rainha de Schoenstatt, consagrando também a sua diocese e todo o povo de Guanhães: "Mãe, Rainha Três Vezes Admirável de Schoenstatt, com profundo amor, alegria e gratidão, renovo nesse dia de minha ordenação episcopal a consagração a vós… Aceitai sobretudo, o meu coração e juntamente com ele, a diocese de Guanhães… Coloco-me em vossas mãos de Educadora, para que possais usar-me como pequeno instrumento na construção do Reino de Cristo”.

Em seguida, o grande e solene cortejo desce para a Tenda. São onze bispos: Dom Sérgio A. Colombo, de Bragança Paulista, Dom Eusébio Oscar Scheid, cardeal emérito de São Sebastião, do Rio de Janeiro, Dom Airton José dos Santoso, arcebispo metropolitano de Campinas/SP, Dom Gilberto Lopes Pereira, arc. emérito de Campinas/SP, Dom Vicente Costa, de Jundiaí/SP, Dom Fernando Mason, de Piracicaba/SP, Dom Vilson Dias de Oliveira, de Limeira/SP,  Dom Fernando Legal, bispo emérito de São Miguel Paulista,  Dom Pedro Carlos Cipolinio, de Amparo/SP, Dom José Maria Pinheiro, bispo emérito de Bragança Paulista e Dom Diamantino Prata de Carvalho, de Campanha/MG, e mais de cem sacerdotes, de várias dioceses de São Paulo e de Guanhães/MG, onde Dom Jeremias assumirá como pastor. A alegria resplandece no rosto de cada um.

Mais de 5 mil pessoas participam dessa hora especial de graças e acolhem o novo bispo com um aplauso demorado e entusiasmado. A celebração transcorre com calma, concentração e muita unção. Na homilia, Dom Sérgio fala sobre a escolha e missão episcopal, conclui com conselhos de pai ao novo bispo: “Ame com amor de pai os que Deus lhe confiou… ouça-os de boa vontade… mostre seu zelo também pelos que não conhecem Jesus… Não viva para si, mas como servo de todos… Nós de Bragança Paulista não perdemos um sacerdote, mas a Igreja ganha um novo bispo.”

Com a unção dos santos óleos, Dom Jeremias é ordenado bispo para sempre e a entrega dos símbolos esclarece sua missão: “Deus os fez participar da plenitude do sacerdócio de Cristo… anuncia a Palavra de Deus… Recebe este anel, símbolo da fidelidade invencível, guarda sem mancha a Igreja… Recebe a mitra e brilhe para ti o esplendor da santidade… Recebe o báculo, símbolo do serviço pastoral e cuida de todo o rebanho…” Nós o entregamos nos braços de Maria.

Ao término da santa missa, Pe. Libero Zappone, vigário geral de Bragança Paulista, saúda o novo bispo, em nome de todo o clero. Ele recorda as suas virtudes como coirmão sacerdote, destaca seu amor mariano, lembra as tantas vezes em que o Dom Jeremias diz: “Eu me coloco no colo da Mãe” e  finaliza: “Hoje, nós o entregamos nos braços de Maria.”

Quando Dom Jeremias toma a palavra comovido, seu coração transborda de gratidão e humildade: “O Senhor olhou para a minha humanidade e teve misericórdia de mim. Não sou digno. Só e unicamente pela graça de Deus, abraço com carinho e amor esta missão de ser continuador da obra de Jesus Cristo, Filho de Deus. Pelo ministério episcopal, eu possa fazer o que agrada ao Pai… Agradeço aos religiosos, às religiosas, aos seminaristas… Nunca me esquecerei o que fizeram por mim… Guanhães é um presente de Deus, lá aprenderei a ser bispo… e conclui: Que a Imaculada, Senhora de Schoenstatt, interceda por nós. Confio inteiramente a ela que eu possa exercer meu ministério com fidelidade e solicitude.” Então, com a bênção final, termina a santa missa e começa a missão.