"A África é o pulmão espiritual do mundo"

Bento XVI fala aos jornalistas durante o vôo para Benim

| 1801 visitas

ROMA, sexta-feira, 18 de novembro de 2011(ZENIT.org) - Durou cerca de seis horas o vôo que levou Bento XVI de Roma a Cotonou, capital do Benim onde hoje iniciou a segunda visita pastoral na África durante seu pontificado.

No momento de deixar o solo italiano do aeroporto romano "Leonardo da Vinci" o Santo Padre recebeu os cumprimentos do senador Mario Monti, novo presidente do Conselho Italiano.

Antes de partir Bento XVI recebeu algumas mensagens dos chefes de estado da Tunísia, Argélia, Mali, Níger, Burkina, Faso e Ghana, países dos quais o A330 da Alitalia com o Papa à bordo sobrevoou os espaços aéreos.

Ao presidente da República Italiana, Giorgio Napolitano, o pontífice encaminhou um telegrama "deferentes saudações que acompanho com fervorosas orações para o bem e a prosperidade de todo povo italiano".

Conversando com os jornalistas durante o vôo, Bento XVI descreveu a África com "grandes problemas e dificuldades, mas todo o mundo tem problemas e dificuldades". Ao mesmo tempo é "o pulmão espiritual do mundo" pois há um humanismo fresco e o continente mostra uma reserva de vida e de vitalidade para o futuro no qual podemos confiar".

Aos que o perguntaram como a Igreja Católica deveria enfrentar os desafios das comunidades evangélicas e pentecostais, o Santo Padre respondeu: “não devemos imitar estas comunidades, mas nos questionar sobre o que podemos fazer para dar uma nova vitalidade à fé católica".

O cristianismo não deve parecer "um sistema europeu difícil, que o outro não possa entender e realizar, mas uma mensagem universal que afirme que existe Deus".

A igreja, também, não deve mostrar-se "muito pesada" como instituição. Deve antes preponderar “a iniciativa da comunidade e da pessoa", acompanhada de uma liturgia participativa, mas não sentimental: não deve ser apoiada somente na expressão de sentimentos, mas caracterizada pela presença do mistério no qual entramos, e nos deixamos formar".