A canonização dos dois Papas em 3D e Alta Definição

Acordo entre CTV, Sony e Sky para transmitir o evento ao vivo no dia 27 de abril em 20 países, em 500 cinemas de todo o mundo

Roma, (Zenit.org) Redacao | 405 visitas

A canonização de João Paulo II e do Papa João XXIII será um evento também em 3D. Para todos os fiéis que não poderão estar fisicamente presentes na Praça de São Pedro, no próximo dia 27 de abril, o Centro Televisivo Vaticano, em colaboração com Sky e Sony, lançou um projeto que permitirá ver em alta definição e 3D a cerimônia em cerca de 20 países. O evento será transmitido ao vivo, de graça, em 500 cinemas em todo o mundo, 120 na Itália, graças também ao trabalho de Nexco Digital.

A iniciativa foi apresentada ontem, durante uma coletiva de imprensa na Sala Paulo VI, no Vaticano, por Mons. Dario Viganò, diretor do CTV, que explicou que o ambicioso evento ao vivo terá um "desdobramento de forças maiores do que as Olimpíadas" e representará um "documento histórico". O compromisso da DBW Communication nas tomas em 4k, a mais recente tecnologia para as tomadas, consentirá, de fato, arquivar imagens extremamente nítidas, a ser preservadas para o futuro. "Sentimos a responsabilidade de preservar a história e por isso experimentamos a tecnologia 4K que hoje é a fronteira mais eficaz", disse Viganó.

O 3D, então - disse Andrea Zappia, administrador delegado de Sky Itália – consentirá "uma visão altamente moderna e inovadora que permitirá compreender como as tecnologias atuais, que muitas vezes nascem por motivos comerciais, podem ter, na verdade, um valor informativo, social, espiritual particularmente elevado".

Ok, sobre este ponto, Mons. Celli , presidente do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais , que recordou as infinitas possibilidades oferecidas pelas novas tecnologias, que - segundo ele - "são um desafio, mas também uma grande oportunidade de relação, conhecimento e participação”, “uma oportunidade de viver a história”.

"Por si só, no entanto, - disse David Bush, o diretor de marketing da Sony Europa - a tecnologia de ponta não é suficiente para transmitir uma emoção". "É uma ferramenta que permite um olhar ainda mais próximo sobre a realidade e o ‘onde’ se torna menos importante".

O objetivo da tecnologia é, portanto, "tentar replicar a experiência real de estar aqui na Praça de São Pedro", disse Bush. E reiterou a esperança de que o projeto possa ajudar a "espalhar a emoção do evento para todas aquelas milhares de pessoas ao redor do mundo que querem estar lá fisicamente".

Para fornecer áudio, finalmente confirmou o padre Federico Lombardi, diretor da emissora e da Sala de Imprensa da Santa Sé, será, como de costume, a Rádio Vaticano.

(Editado por Salvatore Cernuzio/Trad.TS)