A crise também afeta a economia Vaticana

Reunião do Conselho dos Cardeais

| 939 visitas

CIDADE DO VATICANO, quinta-feira 16 de fevereiro de 2012 (ZENIT.org) -. Como seria de esperar, a crise econômica também afeta as finanças do Vaticano.  Algo que foi destaque na reunião do Conselho dos Cardeais sobre o assunto.

Nos dias 14 e 15 de fevereiro, ocorreu no Vaticano a reunião do Conselho dos Cardeais para o Estudo dos Problemas Organizacionais e Econômicos da Santa Sé, chefiada pelo secretário de Estado cardeal Tarcisio Bertone. Entre outros participaram os cardeais Antonio Maria Rouco, arcebispo de Madri, Norberto Rivera, arcebispo do México, Juan Luis Cipriani, Arcebispo de Lima, e Jorge Urosa, arcebispo de Caracas.

Após as intervenções de diversas autoridades da administração do Vaticano e a leitura do balanço orçamental consolidado 2012 da Santa Sé e o do Gobernatorado do Estado da Cidade do Vaticano, alguns cardeais tomaram a palavra e, ainda que tenham expressado satisfação pelos resultados projetados, não deixaram de manifestar sua preocupação pela situação de crise generalizada, que também afeta o sistema econômico do Vaticano.

Isso se faz evidente especialmente para a Santa Sé, cuja insubstituível fonte de subsídio está constituída pela livre contribuição dos fiéis. Os membros do Conselho expressaram profunda gratidão pelo apoio que estes últimos dão ao ministério universal do Santo Padre, instando-os a perseverar nessa obra de bem.

Também, nesta reunião se reconheceu o compromisso  com a melhoria contínua na administração dos bens e dos recursos da Santa Sé.

[Tradução Thácio Siqueira]