A família na Europa contemporânea

Conferência Internacional na Polônia: amanhã e sábado

Cracóvia, (Zenit.org) Don Mariusz Frukacz | 523 visitas

A família na Europa contemporânea é o tema da XIII Conferência Internacional sobre a contribuição da Igreja Católica para a integração europeia, a ser realizada nos dias 13 e 14 de setembro em Tomaszowice, perto de Cracóvia.

Participarão da conferência, entre outros: o presidente polonês Bronislaw Komorowski, o Núncio Apostólico na Polônia, Monsenhor Celestino Migliore e Cardeal Stanislaw Dziwisz, arcebispo metropolita de Cracóvia e o Professor Marguerite Peeters do Instituto para o Diálogo Intercultural de Bruxelas. Entre os palestrantes: Monsenhor Vincenzo Paglia, presidente do Pontifício Conselho para a Família.

A Conferência é organizada pela Pontifícia Universidade João Paulo II, de Cracóvia, com a colaboração da COMECE, da Fundação Konrad Adenauer e da Fundação Robert Schuman de Luxemburgo.

"Apenas uma família regular constitui a base principal de qualquer comunidade social e, portanto, para uma Europa forte devemos apoiar as medidas que fortalecem e protegem a família, como bem de todos os estados, pessoas, regiões e também da Europa", disse à KAI (Agência Católica de informação na Polônia), o reitor da Universidade Pontifícia de João Paulo II, Padre Wladyslaw Zuziak.

"Muitas vezes, a família reflete os efeitos adversos das mudanças na Europa, como a migração", disse Don Zuziak.

Para o reitor, a reflexão sobre a família na Europa contemporânea, no encontro de setembro em Tomaszowice, pode ser visto "como um prelúdio para o vigésimo aniversário do Ano Internacional da Família das Nações Unidas (1994-2014), que será celebrado no próximo ano, ao mesmo tempo, uma reflexão sobre o VII Congresso das Famílias, que aconteceu em maio deste ano, em Sydney".

A I Conferência Internacional sobre a contribuição da Igreja Católica para a integração europeia de Tomaszowice foi organizada em 2001. Durante estes 13 anos, os participantes das conferências têm refletido sobre questões como a consciência da identidade europeia, a relação entre religião e cultura na Europa, o papel do cristianismo na Europa e a dimensão ética da política.

Nos anos 2001-2012 das conferências participaram entre outros: Cardeal Audrys Juozas Backis, Rocco Buttiglione, Pierferdinando Casini, Jerzy Buzek, Cardeal Walter Kasper, Helmut Kohl, Cardeal Paul Poupard, Hans -Gert Poettering, Cardeal Angelo Sodano, o Cardeal Péter Erdo e o presidente polonês, Lech Kaczynski.