A Igreja deve ser mestra e testemunha

Orientações para a XIII Assembleia Geral do Sínodo dos Bispos

| 1158 visitas

ROMA, sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 (ZENIT.org) - A XIII Assembleia Geral do Sínodo dos Bispos terá como tema A nova evangelização para a transmissão da fé cristã e será realizada de 7 a 28 de outubro de 2012.

O Sínodo coincidirá com o 50º aniversário do Concílio Vaticano II, com o 20º aniversário da promulgação do Catecismo da Igreja Católica e com o início do ano da Fé promulgado pelo papa Bento XVI com o motu proprioPorta Fidei.

Dom Nikola Eterovic, secretário-geral do Sínodo, fez o anúncio na Sexta Reunião do XII Conselho Ordinário da Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos, em 22 e 23 de novembro.

Em nota, a Assessoria de Imprensa do Vaticano afirma que "tentamos fazer uma descrição adequada da Nova Evangelização, destacando a necessidade de ancorá-la nos fundamentos bíblicos e teológicos, de acordo com as necessidades da missão evangelizadora originária da Igreja, guiada pelo Espírito Santo".

A Nova Evangelização, que tem como meta todas as pessoas que não seguem mais a prática cristã, deve ser uma "preocupação de toda a Igreja", ainda que "de maneiras diferentes dependendo da região".

A Nova Evangelização deve observar as "mudanças constantes" do nosso tempo, num processo de globalização afetado por "um clima cultural e moral de secularismo e agnosticismo".

Neste contexto, são necessárias "novas linguagens e novas mídias", mas também "testemunhas críveis" para transmitir a fé "às novas gerações em novos contextos sociais, onde as comunidades naturais e tradicionais, como a família e a escola, vêem particular urgência no seu compromisso de educar na fé".

Esta "nova atitude missionária”, porém, não deve apenas aproximar da fé os não praticantes, os agnósticos e os ateus, mas também "os fiéis de outras religiões, num diálogo que possibilite o encontro em torno de razões para a vida e para a fé".

A Igreja, além do dever de pregar o Evangelho, “tem necessidade de uma metanóia que lhe permita apresentar-se como mestra e testemunha para pessoas que buscam o Senhor, porque, anunciando o Evangelho, ela proclama o arrependimento e o perdão dos pecados”.

A próxima reunião acontecerá em 16 e 17 de fevereiro de 2012. O Conselho concluiu a presente reunião com o Ângelus, pedindo a Nossa Senhora que proteja e interceda para que o futuro Sínodo ajude a divulgar o Evangelho por meio da nova dinâmica da evangelização.