A liberdade encontra seu sentido no amor, explica Papa

Para o cristão quer dizer seguir a Cristo

| 437 visitas

CIDADE DO VATICANO, domingo, 1 de julho de 2007 (ZENIT.org).- Bento XVI considera que a autêntica liberdade encontra seu sentido no amor e, portanto, para o cristão, ser livre quer dizer seguir a Cristo.



Esta é a conclusão da meditação que ofereceu ao meio-dia aos milhares de peregrinos congregados na praça de São Pedro, no Vaticano, para rezar o Angelus dominical sobre a passagem do Evangelho deste domingo, centrada no tema «liberdade e seguimento de Cristo».

A liturgia (Lucas 9, 51-62) apresentava Jesus decidido a subir a Jerusalém, apesar de saber que na cidade santa o esperava a morte na cruz, «mas obedecendo à vontade do Pai se oferece por amor», explicou o Papa.

«Nesta obediência ao Pai Jesus realiza sua própria liberdade, opção motivada conscientemente pelo amor», declarou.

Para o bispo de Roma, «como a vida do homem, a liberdade encontra seu sentido no amor».

«Quem é o mais livre?», perguntou. «Quem poupa todas suas possibilidades por medo de perdê-las ou quem se entrega “decididamente” ao serviço e deste modo se descobre cheio de vida pelo amor que entregou e recebeu?».

Viver segundo o Espírito, assegurou Bento XVI , «é deixar que as intenções e obras sejam guiadas pelo amor de Deus, que Cristo nos deu».

«A liberdade cristã, portanto, não é arbítrio; é seguimento de Cristo no dom de si até o sacrifício da cruz», afirmou.

«Pode parecer um paradoxo, mas o Senhor viveu o cume de sua liberdade na cruz, como cume do amor», afirmou.

Por isso, quando no Calvário gritavam a Jesus: «Se és o Filho de Deus, desce da cruz!», «ele demonstrou sua liberdade de Filho ficando precisamente nesse patíbulo para cumprir até o final a vontade misericordiosa do Pai», disse o Papa.

Recordou que esta experiência foi compartilhada por outros «muitos testemunhos da verdade: homens e mulheres que demonstraram ser livres inclusive na cela de um cárcere ou sob as ameaças da tortura».

Assim se entende, concluiu, o que Cristo quer dizer com a expressão: «A verdade vos fará livres».

«Quem pertence à verdade nunca será escravo de nenhum poder, mas saberá sempre se fazer livremente servo dos irmãos», indicou.