A Semana Missionária acontecerá nos dias 16 a 20 de Julho de 2013

Entrevista com Secretário Nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé, Pe. Marcelo Gualberto

Brasília, (Zenit.org) Thácio Siqueira | 1242 visitas

O Brasil não é só o maior país católico do mundo, mas é o maior país de juventude católica do mundo! Prova disso são os milhões de jovens que já se encontraram com os símbolos da JMJ, a Cruz e o ícone de Nossa Senhora. Tal peregrinação acabará no dia 6 de Julho de 2013, depois de quase 2 anos de caminhada pela Terra de Santa Cruz.

Pela primeira vez na história da JMJ, o evento antes conhecido como "Pré-Jornada" ou "Dia nas Dioceses" será, dessa vez, uma Semana Missionária, que acontecerá do 17 ao 20 de Julho de 2013 em todas as dioceses do Brasil.

Pe. Marcelo Gualberto Monteiro, Secretário Nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé (POM), e um dos responsáveis da preparação e organização da Semana Missionária, conversou com ZENIT explicando um pouco o seu trabalho com a Juventude no Brasil e principalmente esclarecendo o funcionamento e organização da Semana Missionária, evento prévio à JMJ Rio 2013.

Publicamos hoje a primeira parte da entrevista.

 ***

ZENIT: O senhor está encarregado de preparar a semana missionária, prévia da JMJ 2013? Como é isso? Pode explicar um pouco?

PE.MARCELO: Na preparação e organização da JMJ RIO 2013 temos duas equipes que gerenciam todas as atividades: uma é a equipe formada pela CNBB e a outra pelo COL / RIO (Comitê de Organização Local do Rio de Janeiro).

ZENIT: Duas equipes?

PE. MARCELO: Duas equipes e um só objetivo, preparar a juventude do Brasil e do mundo para fazer uma experiência missionária na grande celebração com o Papa na cidade do Rio de Janeiro em julho de 2013.

ZENIT: Como se dividem o trabalho?

PE. MARCELO: É de responsabilidade da equipe da CNBB todo o processo de preparação da JMJ desde a chegada da Cruz no dia 18 de setembro de 2011 em São Paulo até a saída dos missionários que estarão em missão dos dias 16 a 2o de julho de 2013. O COL / RIO fica responsável em tudo o que envolve a JMJ nos dias 23 a 28 de julho 2013.

ZENIT: E como se divide a equipe da CNBB?

PE. MARCELO: Esta equipe da CNBB é subdividida em várias equipes e uma delas é a equipe que esta pensando como fazer acontecer a Semana Missionária nas 276 dioceses do Brasil.

ZENIT: Quem coordena?

PE. MARCELO: Sob a orientação de Dom Eduardo, Bispo referencial para juventude e assessorado pelo Pe. Carlos Sávio, eu e Pe. Márcio da Comunidade Doce Mãe de Deus estamos como secretários executivos desta equipe que também é composta por representantes para a JMJ dos 17 regionais da CNBB.

ZENIT: A semana missionária sempre existiu?

PE. MARCELO: Em outras JMJ era chamado de “Dias nas Dioceses” ou “Pré-Jornada” a experiência de jovens vindos de outros países para fazerem uma experiência nas comunidades locais do país sede da JMJ.

ZENIT: E como se tornou semana missionária?

O Pontifício conselho para os Leigos acolheu o pedido do Brasil para que esta experiência fosse chamada de “Semana Missionária” dado a realidade provinda do Documento de Aparecida do estado permanente de missão e até mesmo pela característica missionária que a JMJ RIO 2013 terá, a começar pelo seu próprio tema: Ide e fazei discípulos todos os povos.

ZENIT: E como foi a proposta lançada para bispos?

PE. MARCELO: A proposta lançada para os bispos é a seguinte:

A Semana Missionária acontecerá nos dias 16 a 21 de Julho de 2013 em todas as 276 circunscrições eclesiásticas do Brasil.

No momento da inscrição, que começará em julho desse ano, os jovens estrangeiros que quiserem irão selecionar alguma diocese cadastrada no sistema para fazer esta experiência missionária.

ZENIT: Todas as dioceses receberão jovens missionários?

PE. MARCELO: Devido a realidade de logísticas nem todas as dioceses receberão jovens estrangeiros, porém as que não receberão estarão em comunhão também realizando a semana missionária com os jovens de suas comunidades.

ZENIT: Essas dioceses terão alguma preparação?

PE. MARCELO: Para isso nossa equipe tem trabalhado na elaboração de alguns subsídios para preparar estas dioceses. Será lançado até o fim de julho um subsídio com oito temas que preparara os jovens que irão participar na Semana missionária, e outro subsídio, também com oito temas, para os adultos, pois queremos que a JMJ não seja um momento só da juventude, mas de toda a Igreja.

Outro subsídio também a ser lançado no fim de julho será uma espécie de guia para as comunidades celebrarem esta Semana Missionária, onde a sugestão irá contemplar os três eixos que devem acontecer nesta semana: Espiritualidade, Cultura e Solidariedade Missionária.

Esperamos com esta preparação ,que também será traduzida em outras línguas, poder ajudar os jovens a participarem da JMJ no Rio com uma maior consciência de sua responsabilidade missionária na Igreja.