A síndrome de Down participa do Encontro da Amizade em Rímini

Associação cultural Cantare Suonando se apresenta no estande do Movimento pela Vida

| 718 visitas

Alberto Sabatini

RÍMINI, Itália, sexta-feira, 24 de agosto de 2012 (ZENIT.org) - O carinho e calor humano das crianças com síndrome de Down são conhecidos de todos, assim como o seu amor pela vida, que brilha na simplicidade do seu olhar tão limpo e, ao mesmo tempo, tão decidido.

O que talvez seja menos conhecido é que esses jovens têm habilidades de aprendizado fora do comum.

Quem está convencido deste fato são os fundadores da Associação Cultural Cantare Suonando, de Trento, que reúne cerca de 60 crianças com síndrome de Down de toda a região do Trivêneto, no nordeste da Itália. A associação, fundada em 1997 por um grupo de pais, apresenta esta noite (24) um concerto no estande do Movimento pela Vida, durante o Encontro da Amizade em Rímini.

“Conheço há mais de 10 anos a associação e seu diretor artístico, Marco Porcelli”, conta Pino Morandini, vice-presidente do Movimento pela Vida italiano, “e posso garantir que eles são ótimas pessoas, tanto humana quanto profissionalmente. Estes jovens têm uma capacidade fora do comum de aprender e de executar a música. A síndrome certamente não é um limite, como muitas vezes tendemos a pensar, mas um ponto forte. Ele se firmaram como uma realidade única na Europa, pela singularidade do enforque educacional e terapêutico dos seus professores e formadores, e já se apresentaram até no Parlamento Europeu em Estrasburgo. Como Movimento pela Vida, nós temos a honra de recebê-los em nosso estande e temos certeza de que todos os participantes do Encontro vão ficar boquiabertos com o desempenho deles".

[Trad.ZENIT]