A transmissão interativa da fé para os filhos

Exposições no Congresso Eucarístico Internacional fornecem ferramentas catequéticas para famílias

| 1326 visitas

Junno Arocho

DUBLIN, sexta-feira, 15 de junho de 2012 (ZENIT.org) - Na Royal Dublin Society, que recebe o 50º Congresso Eucarístico Internacional, está sendo oferecida uma série de seminários, atividades e liturgias para ajudar os participantes a desenvolver um amor mais profundo pela Igreja e pela eucaristia.

O congresso também disponibiliza uma sala de exposições em que centenas de pessoas da Irlanda e de todo o mundo encontram artigos para a vivência da liturgia e consultam informações em telões sobre os recursos das missões ao redor do mundo.

No centro da sala de exposição, encontramos Gerry Malone, que fala do seu produto para uma multidão reunida ao seu redor. O irlandês de 52 anos, acompanhado da esposa Ann, dos filhos e do sócio Paul Barnes, apresenta um conjunto em miniatura de artes e ofícios para crianças, chamado The Jesse Box, ou a Caixa de Jessé.

"É uma maneira de ajudar os pais a contar histórias da bíblia envolvendo ativamente as crianças na criação da história em si. O que estamos tentando fazer é incentivar a liturgia familiar, onde os pais lêem uma passagem das escrituras junto com os filhos".

Malone contou que o projeto foi motivado principalmente "pela importância de usar a bíblia para transmitir a fé aos nossos filhos".

O objetivo inicial era criar um presépio que atraísse as crianças esteticamente, a fim de explicar a elas a história do natal. A ideia se desenvolveu até passar a contar outras histórias da bíblia.

"Rezamos muito e trabalhamos neste projeto durante dois anos e meio", explicou o criador. "Nós pertencemos ao Caminho Neocatecumenal, que está presente na nossa paróquia. Nessa comunidade nós recebemos muito, muito, em termos de entendimento sobre a Igreja e sobre o que ela oferece para todos. E procuramos passar a nossa fé para os nossos filhos, mas também vimos que, nesta sociedade laica de hoje, é bem difícil conseguir isso".

Perguntados por que escolheram o Congresso Eucarístico para lançar seu produto, os autores da Caixa de Jessé explicaram que "os participantes do congresso estão olhando para a nova evangelização e procurando ferramentas que expliquem a fé, para ajudar na renovação da Igreja. A renovação depende dos jovens e não vai acontecer sem a fé das novas gerações. Esta é uma das razões da Caixa de Jessé: nós queríamos ajudar os pais a transmitir a fé para os filhos. Se eles passam a fé na família, ninguém vai tirá-la deles. É uma experiência que ficará para toda a vida. Neste sentido, o congresso em Dublin é um lugar ideal".

As pessoas têm respondido positivamente à iniciativa. Durante o congresso, os membros do Caminho Neocatecumenal, que ajudaram Malone na exposição, realizaram um jogo para demonstrar como usar a caixa de Jessé durante uma liturgia familiar.

"O que nós estamos fazendo tem a ver com as origens da eucaristia através das escrituras, começando pelo êxodo na noite da páscoa. Os participantes do congresso conhecem bem esta história e ficaram impressionados vendo como nós usamos a páscoa dos judeus para explicar as raízes da nossa eucaristia".

Falando da importância da liturgia doméstica, o inventor da Caixa de Jessé sublinhou a necessidade que sentiu em família de transmitir a fé aos filhos. "Eu achava que outras coisas eram mais importantes, como ganhar dinheiro, ter sucesso e assim por diante. Isso parecia importante, mas passava depressa. O que eu percebi é que aquilo que não passa é o amor de Cristo, e é a mensagem que eu quero dar para os meus filhos: que Cristo existe, que ele venceu a morte e quer nos fazer participar desta vitória".

A fé, concluiu o empreendedor, "tem que ser uma base para eles. Eles vão ver muitas coisas na vida, vão enfrentar muitos problemas no trabalho, no casamento, em todos os lugares. Mas esta rocha vai estar sempre firme para eles se agarrarem bem".

(Tradução:ZENIT)