A União dos Juristas Católicos de São Paulo

Erigida nesse ano de 2012

| 1200 visitas

Por Edson Sampel

SÃO PAULO, sexta-feira, 23 de novembro de 2012 (ZENIT.org) - Alvíssaras! Neste ano, 2012, erigiu-se a União dos Juristas Católicos de São Paulo (Ujucasp). O objetivo geral da neoentidade é “(...) contribuir com a atuação dos princípios da ética católica na ciência jurídica, na atividade judiciária, na legislativa e na administrativa, bem como em toda a vida pública e profissional (...)” (Estatuto, art. 4.º, caput). Tenho esperança de que essa novel associação laical realmente desperte o apostolado ativo de muitos operadores do direito, tornando-os impávidos evangelizadores da sociedade, sem respeitos humanos, em cumprimento ao disposto no cânon 225, §2.º: “Têm [os leigos] também o dever especial, cada um segundo a própria condição, de animar e aperfeiçoar com o espírito evangélico a ordem das realidades temporais, dando testemunho de Cristo, especialmente na gestão dessas realidades e no exercício das atividades seculares.”

A se considerar a estatura moral e intelectual do primeiro presidente, dr. Ives Gandra da Silva Martins, penso que a nuperfundada agremiação dará bastantes frutos. A propósito, em homilia proferida no campus da Universidade de Navarra, na Espanha, aos 8/10/1967, são José Maria Escrivá comunicava esta preciosa lição: “Eu costumava dizer àqueles universitários e àqueles operários que me procuravam lá pela década de 30, que tinham de saber materializar a vida espiritual. Queria afastá-los, assim, da tentação, tão frequente então como agora, de levar uma vida dupla: a vida interior, a vida de relação com Deus, por um lado; e, por outro, diferente e separada, a vida familiar, profissional e social, cheia de pequenas realidades terrestres. Não, meus filhos! Não pode haver uma vida dupla; não podemos ser como esquizofrênicos, se queremos ser cristãos. Há uma única vida, feita de carne e espírito, e essa é que tem de ser – na alma e no corpo – santa e plena de Deus. Esse Deus invisível nós o encontramos nas coisas mais visíveis e materiais.”

Edson Luiz Sampel é Doutor em Direito Canônico pela Pontifícia Universidade Lateranense, do Vaticano. Professor do Instituto Teológico Pio XI (Unisal). Autor do livro “Introdução ao Direito Canônico” (LTR, 2001).