A vida de oração de São Domingos

Catequese de Bento XVI na Audiência Geral desta quarta- feira

| 1184 visitas

Por Maria Emília Marega

CASTEL GANDOLFO, quarta-feira, 08 de agosto de 2012(ZENIT.org) – A catequese de Bento XVI desta quarta-feira foi dedicada a São Domingos de Gusmão, fundador dos Dominicanos, que a Igreja recorda hoje, 08 de agosto. Os fiéis e peregrinos estavam reunidos na Praça da Liberdade, diante da residência de férias do Papa em Castel Gandolfo, para escutar.

Bento XVI recordou “a contribuição fundamental que São Dominos trouxe à renovação da Igreja de seu tempo” e destacou “um aspecto essencial de sua espiritualidade: a vida de oração”. “Em São Domingos podemos ver um exemplo de integração harmoniosa entre a contemplação dos mistérios divinos e a atividade apostólica”, afirmou o pontífice.

A tradição dominicana recolheu e transmitiu a experiência viva do Santo em uma obra intitulada: As nove maneiras de rezar de São Domingos”, citou Bento XVI, que ajuda a aprender algo sobre como rezar.

São maneiras de rezar, segundo São Domingos, sempre realizadas diante de Jesus Crucificado, expressando “uma atitude corporal e espiritual que, intimamente compenetrados, favorecem o recolhimento e o fervor”.

São Domingos rezava “em pé, inclinado para exprimir humildade, deitado no chão para pedir perdão por seus pecados, de joelhos em penitencia para participar dos sofrimentos do Senhor, com os braços abertos olhando para o crucifixo para contemplar o Amor Supremo e olhando para o céu, sentindo-se atraído ao mundo de Deus. Portanto são três formas: em pé, ajoelhado, deitado no chão, mas Sempre com o olhar voltado para o Senhor Crucificado”, prosseguiu Bento XVI.

Ao final da catequese o Papa dirigiu a seguinte saudação em português:

Com paterno afeto, saúdo os peregrinos de língua portuguesa, nomeadamente os fiéis da paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Évora. Agradeço a presença e sobretudo a oração que fazeis por mim. Hoje a Igreja recorda São Domingos, de quem se diz que sempre falava de Deus ou com Deus. A oração abre a porta da nossa vida a Deus; e nela Deus ensina-nos a sair de nós mesmos para ir ao encontro dos outros, envolvendo a todos na luminosa presença de Deus que nos habita. Sede para vossos familiares e amigos a Bênção de Deus!

Leia a catequese na íntegra:

http://www.zenit.org/article-31007?l=portuguese