Abre-se à nossa frente "a porta da fé"

Votos da Conferência Episcopal Italiana, do Pontifício Conselho para os Leigos e do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização à 36ª Conferência dos Animadores da Renovação Carismática na Itália

| 1185 visitas

RÍMINI, Itália, segunda-feira, 5 de novembro de 2012 (ZENIT.org) – Aconteceu de1 a4 de novembro, no Centro de Congressos de Rímini, durante a Festa de Todos os Santos, a 36ª Conferência dos Animadores da Renovação Carismática na Itália.

Com profunda gratidão, o movimento recebe os cumprimentos do cardeal Stanislaw Rylko, presidente do Pontifício Conselho para os Leigos, de dom Rino Fisichella, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, e de dom Mariano Crociata, secretário-geral da Conferência Episcopal Italiana (CEI).

"Com esta conferência, vocês encerram as celebrações dos 40 anos da Renovação na Itália”, escreveu Rylko, “mas eis que se abre à sua frente a porta da fé: que o Ano da Fé (...) seja para todos os membros uma nova oportunidade para o impulso missionário, para espalhar a mensagem de Jesus Cristo, o único que pode conduzir todos os homens à salvação. Os meus votos são de que vocês mantenham sempre, como disse Paulo VI, o fogo no seu coração, a palavra nos seus lábios e a profecia no seu olhar".

Dom Fisichella ressaltou também a importante contingência histórica para a Igreja e para a Renovação, convidando: "Que este seja para vocês um momento de agradecimento a Deus pelo dom da fé, para aprofundá-la e transmiti-la aos outros sob a ação constante do Espírito Santo, que acompanha a sua Igreja". Fisichella evocou a seguir outro importante evento do Ano da Fé, para o qual convidou todos os animadores da Renovação: a peregrinação até o túmulo de São Pedro com todos os movimentos, associações e agregações de leigos, programada para o dia 18 de maio de 2013, véspera de Pentecostes, junto com Bento XVI. Uma saudação especial foi dirigida ainda ao presidente da Renovação, Martinez, "que deu a sua grande contribuição para o sínodo recém-terminado".

Dom Crociata se dirigiu aos 3.500 animadores da Renovação Carismática salientando que o tema da conferência, "A porta da fé" (cf. Atos 14,27), é uma referência direta ao Ano da Fé aberto por Bento XVI em 11 de outubro. Assim, na vida atual da Igreja, disse Crociata, "estamos cada vez mais conscientes de que o mais necessário para nós é reavivar a fé, num contexto que não hesitamos em definir como crise. (...) Mas não menos clara é a certeza da força intrínseca, porque proveniente do Alto, daquilo que é colocado nas nossas mãos: a Palavra de Deus, a graça transmitida pelos sacramentos, a tradição de uma vida eclesial em que a pessoa é bem-vinda e acompanhada rumo à plenitude de vida e de alegria do evangelho. Dessa duradoura faculdade educativa, vocês são, queridos animadores, mais um sinal pelo qual temos que ter gratidão".

(Trad.ZENIT)