Ação humanitária de Seul em favor dos norte-coreanos

A Coreia do Sul envia 13 milhões de dólares em ajuda para o Norte. Gesto conciliatório, à margem da visita do Papa

Roma, (Zenit.org) Redacao | 401 visitas

Poucas horas antes da chegada do Papa Francisco, a Coreia do Sul enviou uma ação humanitária em favor do Norte decidida durante o último mês. Trata-se do envio de US $ 13 milhões de dólares por meio de organizações internacionais.

Uma boa parte desse montante (7 milhões de euros) será gerido pelo Programa Alimentar Mundial para ajudar a aliviar, pelo menos em parte, a desnutrição, especialmente das crianças e das suas mães. Outros 6,3 milhões vão para a Organização Mundial da Saúde, não só para o fornecimento de medicamentos essenciais, mas também para dar início a programas de treinamento para os médicos e para ajudar os centros de saúde no país.

O gesto de Seul é um sinal reconfortante, depois que nos últimos anos o fluxo de ajuda humanitária tinha diminuído com relação ao passado, principalmente por causa dos testes nucleares escondidos e do crescente número de lançamentos balísticos da Coreia do Norte. A crise entre as duas Coreias se intensificou após o naufrágio, em 2010, por parte da Coreia do Norte, de um navio da marinha militar sul-coreana que matou 46 homens a bordo.

Embora a ação humanitária seja um gesto conciliatório significativo entre as duas Coreias, o porta-voz de Seul disse que eles estão desligados da situação política da península. Nesse meio tempo, também foram revogadas as sanções econômicas e comerciais impostas a Pyongyang em 2010, justo depois do acidente provocado no mar.