Compartilhe este artigo

Acordo energético China-Rússia: é hora de repensar o espaço e os interesses da Europa

O acordo entre Moscou e Pequim pode deslocar o centro de gravidade econômico global para o Oriente, mas não representa uma ameaça para a Europa, que, pelo contrário, poderia tirar lições para uma política com mais visão de futuro com o Leste No passado dia 20 de maio, a Federação Russa e a República Popular da China assinaram um acordo de energia de importância histórica. Na presença dos Chefes de Estado, Vladimir Putin e Xi …