Afeganistão: que se conheça a Cristo na zona de guerra

Fala o capelão do exército britânico no país asiático

| 1017 visitas

LONDRES, quarta-feira 14 de dezembro, 2011 (ZENIT.org) - Os jovens soldados que estão servindo no Afeganistão querem saber mais sobre a fé católica, graças a uma organização internacional comprometida com a difusão da fé.

Em resposta a um capelão do exército britânico, o padre David Smith, a fundação pontifícia Ajuda a Igreja Necessitada (AIN) forneceu livros sobre a fé católica e cartões de oração para ajudar o cuidado pastoral das 400 pessoas que compõem o pessoal de serviço.

O padre Smith, que serve na província de Helmand com o segundo batalhão do Regimento Mercian, descreveu sua chegada no Afeganistão, onde percebeu que nas forças armadas há uma vontade de querer saber mais sobre sua fé.

Quando contactou o AIN, a organização respondeu enviando cartões de oração e cópias de Youcat, o novo catecismo para jovens da Igreja Católica, que a organização ajudou a publicar.
Esses recursos permitiram ao capelão dar aulas de catecismo, cada sexta-feira à noite, seguidas da recitação do terço e da bênção com Jesus Eucaristia.

Em uma mensagem à AIN, o Padre Smith, que é o único capelão católico da principal base de operações do exército do Reino Unido na província de Helmand, disse: "Há uma verdadeira fome de saber mais sobre a religião católica".

Sublinhando que a maioria dos soldados do Reino Unido completam seu serviço militar, e retornam à vida civil antes de atingir a idade de 25 anos, disse: "Muitos desses jovens ficaram desapontados com o sistema de educação católica, e deixaram essas escolas sem nem mesmo saber o que era o Santíssimo Sacramento. Não é de admirar que muitos deles deixassem de praticar. Foi por isso que decidi fazer algo. "

O padre Smith informou que os três ramos das Forças Armadas – o exército, a marinha e a aeronáutica – têm capelães católicos que trabalham com as equipes.

Comentou que "celebram-se os sacramentos, dá-se a catequese e oferece-se ajuda e suporte aos nossos jovens, que estão fazendo um trabalho muito exigente ao serviço de seu país. Só no Afeganistão neste momento." O capelão celebra a missa todos os dias e três vezes aos domingos.
Além de cuidar dos soldados católicos, o padre Smith oferece atendimento pastoral a todos os empreiteiros civis que trabalham com os militares.

O padre Smith expressou a sua gratidão à Fundação Pontifícia por sua ajuda no seu trabalho pastoral: "Obrigado AIN pelo seu apoio aos nossos jovens soldados que estão fazendo o seu serviço em circunstâncias muito difíceis" e pediu aos leitores da entrevista para rezarem pelos capelães militares e pelo pessoal de serviço.