Agostinianos recoletos celebram aniversário da Recoleção

A Ordem dos Agostinianos Recoletos celebrou os 422 anos de seu carisma

| 848 visitas

MADRI, terça-feira, 21 dezembro de 2010 (ZENIT.org) – Religiosos, jovens e seculares recordaram no último dia 5 de dezembro os 422 anos do nascimento da recoleção agostiniana em todo o mundo, informa a Ordem dos Agostinianos Recoletos a ZENIT.

O “Dia da Recoleção” comemora a promulgação da ata do capítulo celebrado em Toledo, em 1588, em que são registrados os anseios do movimento de reforma apostando por uma vida mais austera e radical no seguimento evangélico.

Este estilo de vida com especial incidência na oração, na vida comunitária e na austeridade se iniciou em Talavera (Toledo) em 1589. A recoleção americana que teve seu início em 1604 no Deserto da Candelária (Colômbia) se uniu à recoleção espanhola.

As comunidades do Brasil, da Espanha, Itália, Colômbia, Filipinas, México, Panamá, República Dominicana, Filipinas, enfim, todos os 19 países em que a Ordem dos Agostinianos Recoletos está presente, celebraram os 422 anos da recoleção agostiniana.

Nos mais de duzentos ministérios atendidos, as fraternidades seculares, as 195 comunidades de religiosos e a Juventude Agostiniano-Recoletas (JAR) os religiosos renovaram seus votos e os membros da fraternidade suas promessas em celebrações litúrgicas especiais.

Em alguns países, como Brasil, os religiosos das distintas comunidades se reuniram em uma única casa para comemorar esta data e participar do novo impulso que o Capítulo Geral, recentemente celebrado em Granada, propõe a toda a Ordem.

O novo prior geral, Miguel Miró, compartiu com os leigos, as religiosas, os jovens e os agostinianos recoletos de Madri (Espanha) o Dia da Recoleção. A paróquia de Nossa Senhora de Loreto em Barajas (próximo do aeroporto internacional) foi o ponto de encontro da família agostiniana em torno da oração e da eucaristia concelebrada pelo prior geral e um bom número de religiosos, entre eles dois dos quatro provinciais cujas províncias têm sede na Espanha.

Na Espanha as casas de formação de Torrent, Monachil, Los Negrales e Monteagudo celebraram este aniversário com conferências, encenações teatrais e a renovação dos votos religiosos na missa. No Brasil, o teologado Santa Mônica de São Paulo celebrou também o aniversário com solenidade.