«Aica», a agência informativa da Igreja na Argentina, completa 50 anos

| 716 visitas

BUENOS AIRES, domingo, 11 de junho de 2006 (ZENIT.org).- Completa neste domingo 50 anos de fundação, pelo episcopado argentino, da Agência Informativa Católica Argentina (AICA).



Por este motivo, o presidente da Conferência Episcopal do país, o cardeal Jorge Mario Bergoglio, enviou uma mensagem ao diretor de AICA, Miguel Woites.

Nela, lembra que oito anos antes de que o Concílio Vaticano II incentivasse os episcopados do mundo a tomar consciência da necessidade dos meios de comunicação social, AICA já começava a percorrer esse caminho, que a converteu em ponto obrigatório de referência para conhecer os acontecimentos da Igreja no país.

«Estes 50 anos foram para AICA, como para a nossa pátria e para a nossa Igreja, um tempo de enormes desafios», constata o arcebispo de Buenos Aires, segundo cita a agência.

«Foram necessárias uma grande vontade e muita criatividade para levar adiante uma tarefa difícil e exigente», reconhece.

Prossegue a mensagem ao diretor da AICA: «Vocês souberam integrar em sua tarefa o respeito pela verdade e a urgência das notícias. Desta maneira, ganharam um lugar na história do jornalismo argentino e se converteram em uma agência de notícias que foi pioneira na América Latina».

«Hoje – continua a mensagem episcopal –, como dizem os bispos argentinos em “Navega Mar Adentro”, “Não estamos sozinhos em uma época de mudanças, mas ante uma mudança de época que compromete seriamente a identidade de nossa nação”».

«Os meios de comunicação adquiriram uma dimensão que há cinqüenta anos só podíamos vislumbrar – admite. Isso torna mais atual e desafiadora que nunca a tarefa dos que querem ser fiéis ao Evangelho no mundo da comunicação. À AICA corresponderá integrar-se, mais uma vez, a esse esforço.»

Para isso, exorta todos os que trabalham na agência a «continuar sendo fiéis aos ensinamentos da Igreja, nutrindo-se da novidade do Evangelho e confiando na maternal proteção» de Nossa Senhora, «nossa Mãe do Céu».

O texto do purpurado, datado de 7 de junho («Dia do Jornalista»), conclui com a felicitação ao diretor e a «todas as pessoas que trabalham na agência».

Para maiores informações: www.aica.org.