Alegria da Canção Nova com reconhecimento pontifício

Deus envia a comunidade para sua missão pública, afirma fundador

| 1043 visitas

SÃO PAULO, sexta-feira, 31 de outubro de 2008 (ZENIT.org).- «Nós estamos numa contagem regressiva para chegarmos ao dia do reconhecimento oficial da Canção Nova como associação internacional de fiéis de direito pontifício», afirma o fundador da comunidade, monsenhor Jonas Abib.

Neste dia 3 de novembro, a Canção Nova recebe o reconhecimento pontifício em Roma. A Comunidade, que já era reconhecida no âmbito diocesano desde 1995, pela Diocese de Lorena (São Paulo, Brasil), passa a ser reconhecida em patamar mundial.

«Este ato comprova que a Santa Sé atesta a comunhão da Canção Nova com a Igreja e que vê que ela realiza a sua missão em comunhão com o Sucessor de Pedro e os sucessores dos apóstolos, os bispos», explica a comunidade, em seu site.

Em vídeo divulgado no portal da Canção Nova, monsenhor Abib confessa que este momento «é um ponto de chegada maravilhoso».

«Deus é sempre providente. Isso acontece justamente quando nós completamos 30 anos. Jesus deu 30 anos em uma vida simples como qualquer outro homem. Aos 30 anos, ele é batizado no Espírito Santo, nas águas do Rio Jordão, e começa a sua missão.»

«Eu podia dizer: é isso que eu sinto, muito mais do que alegria, muito mais do que responsabilidade, eu sinto que Deus está enviando a Canção Nova agora para a sua missão pública», afirma.

Monsenhor Abib prossegue: «Deus fez tanto nesses 30 anos. Eu fico calculando: o que ele vai fazer agora, quando ele nos manda, no poder do Espírito, para a vida pública?»

«Agora não somente para uma diocese, não somente para o Brasil, mas para o mundo. Eu estou perguntando como Maria: como se fará isso? Como será isso? Estou com o coração alegre e à disposição do Senhor. E comigo, toda a Canção Nova», afirma o fundador.

A Canção Nova é uma Comunidade Católica que tem como objetivo principal a evangelização através dos meios de comunicação: TV, Rádio, Internet e também por meio dos produtos do departamento de audiovisual, nas produções e comércio de livros, CDs, vídeos, entre outros materiais, todos destinados à evangelização; explica o site da comunidade.

O Sistema Canção Nova é mantido pela Fundação João Paulo II - entidade sem fins lucrativos, que tem como fonte de recursos financeiros as doações dos associados ao Clube do Ouvinte.

A Rádio Canção Nova foi inaugurada em 1980. Empenha-se em levar aos ouvintes informações, cultura, educação e formação espiritual através de uma programação dinâmica e variada. 

Em 1989, torna-se realidade no Brasil a TV Canção Nova, que conta com 5 produtoras instaladas nas cidades de Cachoeira Paulista, Aracaju, Rio de Janeiro e Brasília. A TV Canção Nova atinge todo o território nacional e ainda o continente americano, a Europa Ocidental, a África do Norte e o Oriente Médio, através do sistema de satélites e TVs a cabo.

O Portal Canção Nova – www.cancaonova.com –, que conta atualmente em média 5 milhões de acessos mensais, busca levar através da internet a Palavra de Deus a todas as pessoas do mundo.