Alento do Papa ao 1º festival mariano internacional

Celebrado de 14 a 18 de agosto em Paray-le-Monial (França)

| 856 visitas

Por Jesús Colina

CIDADE DO VATICANO, terça-feira, 19 de agosto de 2008 (ZENIT.org).- Bento XVI se fez presente com uma mensagem de alento no 1º Festival Mariano Internacional, celebrado de 14 a 18 de agosto na pequena cidade francesa de Paray-le-Monial.

Trata-se de uma iniciativa lançada por jovens dentre 20 e 35 anos que, como eles mesmos explicaram a Zenit, «experimentamos um encontro comovente com a Mãe de Deus que mudou profundamente nossas vidas. Alguns já eram crentes, outros não».

Em uma mensagem enviada por meio do cardeal Tarcisio Bertone, secretário de Estado, Bento XVI quis «assegurar a todos os participantes sua proximidade espiritual, comprazido ao vê-los reunidos ao redor do Coração de Jesus, sob a guia de Nossa Senhora».

«A Virgem Maria, através de sua peregrinação de fé e de caridade na terra, revela em sua pessoa o verdadeiro rosto da Igreja, esposa e serva do Senhor. No caminho da santidade do povo de Deus, Maria é a primeira que se pôs a caminho; é também a primeira que recebeu a coroa da glória imperecível, ao ser elevada ao céu, em corpo e alma, pela potência de Deus.»

O bispo de Roma convida os jovens a terem «valentia para avançar, seguindo os passos da Virgem Maria, com o único objetivo de entregar-vos como dom a Deus e ao próximo. Podeis estar seguros de que não ficareis decepcionados».

Um dos organizadores do festival, Olivier, fundou no ano 2000 «Abba», na localidade de Saint Etienne du Mont, um grupo de adoração eucarística com Maria, que se reúne uma vez por semana.

Outro dos organizadores, Christophe, em 2005, fundou o grupo do Rosário M/Coração de Jesus e de Maria, que reza o Rosário «vivificado» na capela da Medalha Milagrosa de Paris e em outras paróquias da capital francesa.

Estes jovens puderam organizar este primeiro festival, que contou com a participação de milhares de pessoas, graças à colaboração e o empenho da Comunidade do Emmanuel, que anima espiritualmente as peregrinações a Paray-le-Monial, a cidade na qual vivia Santa Margarida Maria Alacoque (1647-1690), que experimentou uma série de revelações místicas sobre o Coração de Jesus.

No festival participaram vários bispos, entre outros, Dom Henri Tessier, arcebispo emérito de Argel (Argélia); e o Pe. Giovanni d’Ercole, da Secretaria de Estado da Santa Sé.

Estes quatro dias tinham por objetivo, entre outras coisas, descobrir e fazer descobrir novas comunidades marianas surgidas no mundo.

Do Brasil participaram as comunidades Shalom e Canção Nova; do Canadá, Marie-Jeunesse; da Alemanha, Totus Tuus; da Itália, a comunidade Cenáculo; e da França Maria Rainha Imaculada, Jeunesse-Lumière, Apóstolos da Paz, a Comunidade das Bem-aventuranças, a Comunidade do Cordeiro e a Comunidade do Emanuel.

Mais informações em http://www.festivalmarial.com