América Latina: catecismos juvenis fazem grande sucesso

Diretor internacional da Ajuda à Igreja que Sofre anuncia o YouCat em português

| 1192 visitas

ROMA, segunda-feira, 19 de novembro de 2012 (ZENIT.org) - A pedido de muitas dioceses da América Latina, a Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) distribuirá 500 mil exemplares do já célebre livreto amarelo YouCat, o catecismo do jovem.

No início de outubro, a fundação financiou 500.000 cópias em português para o Brasil, onde milhares de jovens se preparam para o encontro com Bento XVI na próxima Jornada Mundial da Juventude. Outras 12.500 cópias em espanhol foram distribuídas em várias dioceses do continente. "Provavelmente, imprimiremos ainda mais exemplares muito em breve”, diz Rafael D'Aqui, diretor internacional da AIS na América Latina.

Muitos bispos latino-americanos pediram ajuda à fundação papal para publicar cópias adicionais. Só a Conferência Episcopal da Bolívia receberá 25 mil. Dezenas de milhares serão enviados também para dioceses de Cuba, Colômbia e Venezuela. "O sucesso do Youcat era evidente desde a jornada [mundial da juventude, JMJ] de Madri. Com pouco mais de um ano, ele virou um apoio insubstituível para a pastoral da juventude”.

Na última JMJ, a AIS contribuiu para a publicação de 700 mil exemplates em inglês, francês, alemão, italiano, espanhol e polonês. Em setembro, a fundação financiou 50 mil volumes em árabe, para os milhares de jovens que acolheram Bento XVI no Líbano. Já estão previstas edições em outros idiomas, como o chinês.

O grande valor do Youcat ficou ainda mais evidenciado durante o último Sínodo dos Bispos. Os padres sinodais o definiram como uma ferramenta indispensável para a Nova Evangelização.

A AIS recebe contínuos testemunhos de apreço pelo livreto, vindos principalmente da América Latina. Dom Tomás Jesús Zarraga Colmenares, bispo de San Carlos, na Venezuela, elogia "a enorme contribuição do catecismo para o fortalecimento da fé dos nossos jovens". Na diocese de El Alto, na Bolívia, o bispo Jesús Juárez Párraga sublinha o alto valor educativo "não só para a próxima JMJ no Rio de Janeiro, mas também durante este Ano da Fé".

"O Youcat consegue motivar os jovens”, escreve dom Ricardo Tobón Restrepo, arcebispo de Medellín, na Colômbia, “instando-os a viver a fé em Jesus e a trabalhar pela Nova Evangelização, duas prioridades que os bispos da América Latina e do Caribe já apontaram em 2007, na sua V Conferência Geral, em Aparecida".

(Trad.ZENIT)