Ano de São Paulo, acontecimento espiritual para todo cristianismo

Afirma o abade da basílica papal de São Paulo Fora dos Muros

| 741 visitas

ROMA, quinta-feira, 28 de junho de 2007 (ZENIT.org).- O ano dedicado a São Paulo (28 de junho de 2008 a 29 de junho de 2009), proclamado por Bento XVI, constitui um acontecimento «espiritual» para todo o cristianismo.



É a opinião que confiou a Zenit o abade da Abadia de São Paulo Fora dos Muros, o padre Edmund Power, osb.

O religioso beneditino percebe no ano paulino, que o Papa convocou na tarde desta quinta-feira na Basílica contígua à Abadia, «um momento para aprofundar na fé, na esperança e no amor».

«Inspirados no ensinamento de Paulo», em particular sobre sua paixão, morte e ressurreição, «podemos renovar nossa entrega ao próprio Cristo», indica o superior desta comunidade internacional que cuida do túmulo de Paulo, Saulo de Tarso.

O ano de São Paulo convocado pelo Papa recorda os dois mil anos de seu nascimento. Trata-se de «um ano simbólico», reconhece, pois ninguém sabe exatamente quando nasceu.

Este ano terá uma decisiva importância cultural, afirma o abade, com atividades culturais e acadêmicas, pois «Paulo deixou um corpo de escrituras que constituem, cronologicamente, os primeiros livros do Novo Testamento».

O religioso espera que muitas dioceses, cidades, congregações, paróquias dedicadas ao apóstolo dos povos encontrem maneiras particulares de recordar e celebrar a seu patrono.