Ano de São Paulo: guia de peregrinação ao túmulo do apóstolo

| 851 visitas

Por Marta Lago

ROMA, terça-feira, 1º de abril de 2008 (ZENIT.org).- Um «Programa Geral» para viver a peregrinação ao túmulo do apóstolo Paulo no segundo milênio de seu nascimento é o objetivo do folheto que foi lançado da basílica papal de São Paulo Fora dos Muros para sua difusão em qualquer lugar e comunidade.

No link http://www.annopaolino.org/interno.asp?id=4&lang pode-se baixar, em pdf, este programa que, em 17 páginas de mapas, gráficos e textos (estes em italiano), traça as rotas fundamentais – em todas suas dimensões – do Ano Paulino convocado pelo Papa de 28 de junho de 2008 a 29 de junho de 2009.

Esta é precisamente uma das características do grande encontro, definido como «um convite» – de Bento XVI –, «um acontecimento» – «um túmulo do Apóstolo» – e «um ano jubilar» – tecido de encontros e retiros espirituais sobre São Paulo; iniciativas de redescoberta do Apóstolo dos povos e de suas cartas; peregrinações seguindo os passos de São Paulo; reuniões com outras comunidades cristãs; liturgias especiais no túmulo paulino, etc.

Em um mapa, o folheto mostra ao peregrino as rotas internacionais de São Paulo, «um missionário, um viajante».

Identifica igualmente 16 pontos no «Itinerário romano para caminhar com São Paulo», pois na Cidade Eterna ele deixou pegadas que podem ser seguidas em rotas preparadas para dois, quatro ou seis dias. Para empreender estes caminhos romanos, a pé ou de ônibus, o «Programa Geral» sugere também o apoio da Obra Romana de Peregrinações (http://www.orpnet.org).

A meta é a peregrinação ao túmulo de São Paulo, na basílica papal de São Paulo Fora dos Muros, da qual também se publica um plano detalhado com paradas recomendadas e o significado das mesmas, acompanhadas de textos paulinos.

Assim, no percurso na basílica paulina, «ao atravessar a porta paulina, assumimos o compromisso de converter-nos em seguidores de Paulo, dos apóstolos missionários», explica o folheto.

A seguir, «caminhamos e admiramos» o lugar, «onde sob nossos pés repousam tantos cristãos seguidores do Apóstolo dos povos».

Nos passos seguintes, os peregrinos recebem estes convites: «Orai ante o sarcófago de São Paulo, que se fez visível recentemente, e contemplai as correntes que o aprisionaram; tais correntes nos convidam a estar ligados a Cristo».

«Orai pelo Papa, sucessor de Pedro e Paulo – prosseguem as seguintes etapas –, e por toda a Igreja; confessai-vos para receber os frutos espirituais prometidos a cada um»; «associai-vos à oração dos monges, ao canto das ladainhas»; «assisti à Santa Missa; recolhei-vos e meditai sobre as cartas do apóstolo Paulo».

«Como muitos caminhos conduzem a Roma, também Paulo tomou o caminho de Tarso para a capital dos cristãos», aponta o «Programa», propondo «Cinco caminhos» – «para seguir a Cristo, ‘Caminho, Verdade e Vida’, ao lado de São Paulo: via «pontifical», «peregrina», «cultural e artística», «litúrgica e ecumênica» e «de mídia».

Em detalhe, a primeira explica três momentos ou pontos fundamentais: as cerimônias com o Papa Bento XVI (que abrirá e encerrará solenemente o Ano Paulino, nas datas citadas anteriormente, às 17h); a Porta Paulina, que se abrirá na basílica e através da qual entrarão todos os peregrinos; a indulgência plenária que cada peregrino poderá obter no templo seguindo as condições acostumadas (e peregrinando ao túmulo do Apóstolo).

A imagem de Paulo e suas palavras, «já não sou eu quem vive, mas é Cristo quem vive em mim» (Gálatas 2, 20), abrem o Programa e condensam o sentido do mesmo. igualmente o fecham, com esta oração:

Glorioso São Paulo,

apóstolo cheio de zelo,

mártir por amor a Cristo,

dai-nos uma fé profunda,

uma esperança sem queda,

um amor ardente pelo Senhor

para que possamos dizer convosco:

«Já não sou eu quem vive,

mas é Cristo quem vive em mim».

Ajudai-nos a nos convertermos em apóstolos

que servem a Igreja com uma consciência pura,

testemunhas de sua verdade e de sua beleza

em meio à escuridão de nosso tempo.

Convosco louvamos a Deus, nosso Pai.

«A ele a glória, na Igreja e em Cristo

pelos séculos dos séculos». Amém.

Mais informação no site (em atualização constante): http://www.annopaolino.org/

Dados de contato:

 

Basilica Papale di San Paolo fuori le Mura

Piazzale San Paolo, 1

00146 Roma

Telefones : + 39 06 698 80800 / + 39 06 698 80801

Fax : + 39 06 540 74 049

E-mail: info@annopaolino.org / spbasilica@org.va

Horário de abertura da basílica: todos os dias, das 7h às 18h30 (até as 19h, no verão); seus escritórios estão abertos de segunda a sábado, das 8h às 14h.