Aparecida e Fátima, Centenários de Bênçãos

Brasil e Portugal dão início às celebrações do triênio em preparação aos centenários de devoções marianas

Brasília, (Zenit.org) Lilian da Paz | 471 visitas

Daqui a três anos, em 2017, dois dos mais famosos santuários religiosos do mundo vão celebrar os centenários de duas grandes devoções marianas. São eles: Santuário Nacional Nossa Senhora Aparecida, na cidade brasileira de Aparecida (SP), e Nossa Senhora de Fátima, na cidade portuguesa de Fátima.

A mãe Aparecida, pela qual o Papa Francisco tem especial carinho, foi encontrada – primeiro o tronco, depois a cabeça – por pescadores em 1717, nas águas escuras do rio Paraíba. Assim que a acharam, os pescadores, que estavam com imensas dificuldades de apanharem peixes no rio, viram, de uma hora para a outra, milhares de cardumes. Daí em diante começou uma forte devoção sustentada por quase 300 anos e confirmada por inúmeros milagres.

Já a mãe portuguesa, por quem São João Paulo II era fiel devoto, apareceu em 1917 na antiga freguesia de Cova da Iria, em Fátima, aos pastorzinhos Lucia de Jesus, Francisco e Jacinta. Na época, as crianças tinham 10, 9 e 7 anos de idade, respectivamente, e receberam a missão de rezarem incessantemente pelo mundo.

Fátima virou um dos maiores santuários de peregrinação mariana pelo grandioso milagre que lá aconteceu: na última aparição de Maria, o sol podia ser olhado diretamente por todos; ele girava como uma roda de fogo dando a impressão de quase precipitar-se sobre a terra. Na ocasião 70 mil pessoas estavam presentes.

Celebrações dos centenários

O triênio que dá início às comemorações para os 300 anos da mãe Aparecida e 100 anos da mãe de Fátima é intitulado 2017: Aparecida e Fátima, Centenários de Bênçãos e começa nos dias 17 e 18 de maio, no Brasil. Dom António Marto, bispo da diocese de Leiria – Fátima, levará uma imagem de Nossa Senhora de Fátima para o santuário brasileiro.

A programação para a acolhida de Fátima, que deve contar com a presença de vários artistas e cantores brasileiros, está assim organizada:

17 DE MAIO

17h30: Recepção da Imagem em frente da Matriz Basílica

18h00: Reza do Terço

19h00: Procissão luminosa pela Passarela da Fé, trazendo a Imagem até o Santuário

20h00: Eucaristia: Acolhida da Imagem de Nossa Senhora de Fátima. Presidência de dom Raymundo Damasceno Assis, cardeal arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB. Presença de dom António Augusto dos Santos Marto, bispo de Leiria-Fátima e de outros concelebrantes

22h00: Reza do Terço, acolhendo a Imagem de Nossa Senhora de Fátima

18 DE MAIO

07h30: Eucaristia: Entronização da Imagem de Nossa Senhora de Fátima. Presidência de dom António Marto e presença de dom Raymundo Damasceno e de outros concelebrantes

08h30: Traslado da Imagem de Nossa Senhora de Fátima ao monumento a Ela dedicado

Padre Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima, ressalta a grandiosidade do momento: “Tratando-se de dois dos mais importantes santuários marianos do mundo e de dois povos irmãos, unidos pela história e pela língua, mas também pela mesma fé e pela grande devoção a Nossa Senhora, sentimos o dever de celebrar conjuntamente estes jubileus. São pequenos gestos, mas de grande significado”.

Como retribuição, em data que ainda será anunciada, dom Raymundo Damasceno irá entronizar a imagem de Aparecida no Santuário de Fátima.

O evento tem o apoio da Casa de Portugal e do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira, do estado de São Paulo.