Aparecida recebe Segundo Congresso Missionário Nacional

Evento acontece de 1 a 4 de maio

| 919 visitas

APARECIDA, domingo, 24 de fevereiro de 2008 (ZENIT.org-Fides.org).- De 1 a 4 de maio, em Aparecida (Brasil), será realizado o Segundo Congresso Missionário Nacional, que tem como lema: “Igreja do Brasil: escuta, segue e anuncia”.

Como informa à Agência Fides Pe. Daniele Lagni, Diretor Nacional das Pontifícias Obras Missionárias do Brasil, o tema sobre o qual tratarão as palestras do Congresso será “De um Brasil de batizados para um Brasil de discípulos missionários sem fronteiras”. 

A iniciativa situa-se no caminho de preparação para o Terceiro Congresso Missionário Americano CAM 3, previsto em Quito (Equador) de 12 a 17 de agosto.

Trata-se de um momento privilegiado para refletir sobre o percurso missionário que o País deve empreender; celebrar as graças recebidas e agradecer pela criatividade e os sacrifícios de tantas testemunhas da fé. Partindo do Documento de Aparecida, será a oportunidade para retomar o caminho com entusiasmo, dedicação e esperança. 

O objetivo geral do Congresso é assumir a nossa “natureza missionária”, guiados pelo Espírito e a serviço do Reino de Deus, à luz do Documento de Aparecida e tendo em vista o CAM 3.

Entre os objetivos específicos estão: “refletir sobre o projeto missionário da Igreja no Brasil em todas as suas dimensões; acolher experiências missionárias significativas a serviço dos pobres; fortalecer as comunidades missionárias e os Conselhos Missionários; assumir, a partir da nossa ‘natureza missionária’, novas responsabilidades e traçar novos caminhos; promover as vocações missionárias”. 

Está prevista a participação de 460 pessoas representando as 17 regionais da CNBB. 

Para cada Regional participam o Bispo responsável pela dimensão missionária, alguns representantes da Comissão para as Missões, representantes da Infância Missionária e da Juventude Missionária, um número proporcional de sacerdotes e religiosas para cada regional, três seminaristas maiores empenhados na Comissão para as Missões, e leigos empenhados na vida e na animação missionária de suas comunidades. 

Alguns dos temas sobre os quais se refletirá são: “Os CAM: significado do caminho missionário da América Latina, do Vaticano II até Aparecida”; “A formação da comunidade como discípula e missionária sem fronteiras”; “A missão para a humanidade como responsabilidade dos ministérios ordenados nas Igrejas locais”; “Os consagrados como presença profética da Igreja missionária entre nós e no mundo todo”.

Também “Perspectivas de evangelização para a missão dos leigos e das famílias diante dos novos desafios do mundo globalizado”; “A Infância e a Juventude missionária: sementes de uma nova humanidade”; “Discípulos e missionários da Amazônia para o mundo”; “Comunicação e missão: meios a serviço da evangelização”; “A Missão e o desafio do diálogo ecumênico, inter-religioso e intercultural para uma ética de uma paz mundial”; “Migração como caminho de evangelização”.

O Primeiro Congresso Missionário nacional aconteceu em Belo Horizonte, em junho de 2003, como preparação para o CAM 2, celebrado na Guatemala em novembro desse mesmo ano.