Apresentação da plataforma digital "Aleteia" no Vaticano

No congresso de novos evangelizadores

| 2469 visitas

CIDADE DO VATICANO, quinta-feira, 20 de outubro de 2011 (ZENIT.org) – Apresentamos, a seguir, a apresentação da nova plataforma digital Aleteia, realizada pelos seus diretores, Jesús Colina e Guillaume Anselin, no primeiro encontro internacional de novos evangelizadores, organizado pelo Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização no Vaticano, no último sábado.

***

Se vocês têm de cozinhar algo especial para os seus convidados, onde procuram a receita? Se querem saber quando viveu Michelangelo e admirar suas obras, onde buscam? Acho que todos os presentes dariam a mesma resposta: na internet.

A internet se tornou o lugar das respostas às perguntas das pessoas, inclusive às perguntas relacionadas à fé e ao sentido da vida: quem é Deus? Existe vida depois da morte? Por que a Igreja? Como se reza?

As pessoas procuram respostas também para estas perguntas na internet. E o que encontram? De tudo?

Esta é a nova expressão do relativismo. Quem busca a verdade hoje se perde neste instrumento de busca no qual a internet se converteu. Com frequência, grupos ideológicos e inclusive seitas, graças a meios técnicos e financeiros, conseguem ter uma visibilidade superior à da Igreja Católica nos instrumentos de busca.

Vocês sabem qual é o grande desafio lançado pelo pontificado de Bento XVI: a verdade existe e tem um nome, inclusive um rosto: o de Cristo.

Estamos verdadeiramente frente a uma questão central para a nova evangelização. A nova evangelização hoje passa pela internet – obviamente, não só por isso.

E o desafio do relativismo pode ser enfrentado oferecendo respostas que sejam claras, documentadas, precisas, próximas das pessoas, vividas e sobretudo que sejam verdadeiras, que reflitam fielmente o magistério da Igreja. Respostas também experimentadas, multimídia, com um testemunho de vida, uma obra de arte, uma música...

Hoje, graças a Deus, há muitas iniciativas de católicos, entre os quais se encontram muitos de vocês, que estão evangelizando na rede. Nestes anos, nasceram muitos sites e a Santa Sé se tornou um ponto de referência, com novas iniciativas multimídia; há sites estupendos, grupos extremamente dinâmicos no Facebook.

O que falta para que todos estes esforços cheguem aos primeiros lugares nos instrumentos de busca? Devemos criar sinergias, trabalhar em equipe, compartilhar o melhor que os católicos oferecem na rede. Não devemos substituir quem já está na rede, mas federar-nos, apoiar-nos, oferecer conteúdos e recursos: criar redes na rede.

Este é o serviço que hoje queremos lhes apresentar: uma plataforma que pretende promover, dar visibilidade, agregar o melhor que os católicos estão produzindo na internet.

E queremos fazer isso a partir de um formato que é tão antigo como o ser humano: desde que vocês têm memória, vocês têm feito perguntas e têm buscado respostas. Se vocês têm filhos, sabem, por experiência, que podem enlouquecê-los com suas perguntas, às quais às vezes não sabem responder. O mesmo acontece com quem busca Deus.

Este é o serviço que Aleteia (“a verdade”, em grego) quer oferecer: responder de maneira clara, documentada, próxima das pessoas, às suas perguntas de fé e de vida, reunindo o melhor que se pode encontrar na rede.

Estamos muito agradecidos ao Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização, por ter nos dado a oportunidade de apresentar-lhes esta iniciativa, para que vocês sejam partícipes, contribuintes e beneficiários. Sim, porque estes conteúdos, estas respostas em diferentes formatos, poderão viajar através das suas plataformas e iniciativas da nova evangelização na internet. Aleteia começa a partir de hoje, com vocês.

Vocês já tentaram procurar recentemente no Google... “quem é Jesus?”, “quem é Deus?” ou inclusive “Deus me ama?”?

Podem ver os resultados por vocês mesmos: frequentemente, com muita frequência, aliás, não aparece nenhum site católico, nas dez primeiras ocorrências.

Às vezes, a pessoa quer encontrar na internet um site de referência, para compreender a fé católica e, por trás disso, uma comunidade aberta com a qual partilhar coisas.

Aleteia nasce desta ideia. Dizer a beleza da fé católica e propor a cada um falar disso a partir de um conteúdo fiável.

O Santo Padre nos convida a evangelizar com criatividade o continente digital, estas ruas, estas avenidas virtuais, estes novos ágoras, e ser testemunhas autêrnticas e verdadeiras.

Então, o que é Aleteia? Aleteia é uma plataforma de perguntas e respostas sobre a fé, a vida e a sociedade.

O objetivo é simples: produzir as respostas mais completas possíveis às perguntas que as pessoas fazem sobre o conteúdo da nossa fé, sobre a atualidade, a espiritualidade, a vida de oração, a ciência, a cultura e outros temas, com a ajuda de jornalistas experientes e especialistas nestas questões. Todos os dias, em Aleteia, responderemos às perguntas que os membros fizerem.

Trabalhar com os comunicadores católicos, para selecionar as melhores fontes disponíveis entre os nossos colegas e propor à comunidade Aleteia o melhor da web católica multimídia.

Aproveitar estes conteúdos de qualidade para lançar uma conversão e fazer de Aleteia não somente um lugar de saber, mas um lugar de troca, de partilha, de transmissão. Uma catequese a céu aberto, para o continente digital.

Hoje é um dia especial. Agora, preparamos para vocês um pequeno vídeo para apresentar-lhes o projeto Aleteia.

[O conteúdo do vídeo pode ser visto em www.aleteia.org]

Aleteia é, em primeiro lugar e antes de mais nada, um projeto de colaboração. Com vocês, que estão envolvidos na nova evangelização, nas comunidades sociais, é com quem nós vamos construir juntos Aleteia.

Você é sacerdote, educador, responsável da área de comunicação de uma diocese ou de um movimento: nós vamos lhes dar estes conteúdos e serviços para alimentar seu site ou sua ação concreta. Conteúdos, vídeos, fichas práticas e ainda mais, graças ao Programa Mídia de Aleteia, que será lançado em breve.

Você é jornalista ou blogger: você tem alguma contribuição para oferecer sobre um tema de fé? Seja sócio, porque Aleteia existe para dar visibilidade a todos os que informam, ao serviço do Evangelho.

Você é fã da internet e apaixonado pelos debates de fé? Seja membro de Aleteia, seja moderador voluntário, torne-se community manager, e lancemos o debate juntos na rede, com todos os buscadores da verdade.

Uma última coisa: se nós nos reunimos estes dias aqui ao redor de São Pedro, é para encontrar soluções novas para anunciar a este mundo a Boa Nova e propor a nossa fé nas nossas sociedades modernas.

Aleteia é uma proposta nova, comunitária, cotidiana, positiva, para o mundo digital, mas Aleteia não pode se desenvolver sem vocês.

Por isso, nos próximos dias, vocês receberão um e-mail para que possam expressar sua opinião sobre esta primeira versão do site, e para que nós possamos melhorá-lo a partir das suas ideias.

Com vocês, nós construiremos a comunidade de buscadores da verdade!

Obrigado pela atenção.