Apresentação do congresso mariológico internacional, que acontecerá em Lourdes

Pelo 150º aniversário das aparições da Virgem a Santa Bernadette

| 916 visitas

CIDADE DO VATICANO, terça-feira, 13 de novembro de 2007 (ZENIT.org).- Um «presente»: assim descreveu o presidente da «Pontifícia Academia Mariana Internationalis» (PAMI), ao apresentar no Vaticano o próximo Congresso mariológico-mariano internacional, o fato de que este se celebre em Lourdes por ocasião do 150º aniversário das aparições da Virgem Maria à Santa Bernadette.



O Pe. Vincenzo Battaglia, OFM, agradeceu «de todo coração» ao bispo de Tarbes e Lourdes, Dom Jacques Perrier – presente no ato – pelo fato de acolher esta reunião mariana internacional, que chega no próximo ano à sua 22ª edição.

O congresso é convocado a cada 4 anos e, dado o número celebrado, é possível «perceber o longuíssimo trabalho que a Academia desenvolveu e continua fazendo não só no âmbito científico da mariologia, mas também no da autêntica devoção mariana», reconheceu.

O Congresso se enquadra «no âmbito das celebrações para a memória crente, espiritual e fecunda das aparições da Virgem Maria a Santa Bernadete», afirmou. O tema específico da reunião de especialistas, de 4 a 8 de setembro de 2008, será «As aparições da Santíssima Virgem Maria. Entre história, fé e teologia».

É a segunda vez que a PAMI celebra no Santuário de Lourdes seu Congresso (o anterior aconteceu em 1958). Durante o ano jubilar das aparições se deseja fazer uma reflexão profunda, desde diversas perspectivas, sobre este fenômeno de grande interesse.

Três momentos caracterizarão cada jornada do Congresso – típico destas iniciativas da Academia: as sessões plenárias da manhã – nas quais todos os participantes se reúnem durante as intervenções dos palestrantes principais –, as seções lingüísticas vespertinas – prevêem-se treze – que permitem a cada grupo ou sociedade mariológica reunir-se para escutar os palestrantes do próprio idioma – e o momento cultual, que reserva um espaço à devoção mariana.

«Estes três momentos se integram harmoniosamente e, certamente, celebrar o Congresso no Santuário de Lourdes significa verdadeiramente viver também uma ocasião privilegiada de experiência espiritual e de oração», apontou o Pe. Battaglia.

«Nossa experiência é que quando alguém se encontra em reflexão entre teólogos sobre a figura e a obra da Virgem, neste caso sobre as aparições, verdadeiramente se faz comunhão na fé», admitiu.

«A Virgem Maria nos ajuda a caminhar cada vez mais rumo ao Senhor Jesus» e «com sua materna intercessão, ela nos estimula a viver uma forte experiência de fé, ao compartilhar uma reflexão que envolve especialistas de diversas nacionalidades que pertencem a tantos centros de estudos de universidades de todo o mundo», acrescentou.

O Congresso prevê uma série de conferências gerais sobre o tema proposto e depois, as contribuições das diversas sociedades mariológicas que propõem aprofundamentos, também em seu próprio idioma.

Como é habitual nestes Congressos, organiza-se também uma mesa redonda ecumênica, um aspecto «para abrir-nos ao diálogo com os irmãos cristãos», afirmou o presidente da PAMI.

A PAMI é o órgão permanente encarregado pela Santa Sé de promover, organizar e celebrar os congressos mariológico-marianos internacionais.

Tais eventos, celebrados em nome do Santo Padre e aprovados pela Santa Sé, representam um acontecimento eclesial de grande importância, pelo caráter internacional, por seu valor científico e pelo elevado número de palestras, que podem superar amplamente uma centena.

Mais informação e inscrições ao Congresso mariano-mariológico internacional, organizado pela PAMI:

Centro de Informação
Sanctuaires Notre-Dame de Lourdes
1, avenue Mgr. Théas
65108 LOURDES CEDEX
Tel. + 33 (0) 5 62 42 2008
e-mail: 2008@lourdes-france.com