Arcebispo de Porto Príncipe morre no terremoto

Missionários da capital haitiana se mobilizam

| 2205 visitas

ROMA, quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 (ZENIT.org).– O arcebispo da cidade de Porto Príncipe, Dom Joseph Serge-Miot, está entre as vítimas do violento terremoto que devastou a capital haitiana na tarde de 12 de janeiro. Seu corpo foi resgatado dos escombros do arcebispado, de acordo com fontes ligadas às missões atuantes no Haiti.

De acordo com a agência de notícias Missionary International Service News  (MISNA), até o fechamento da edição, o vigário geral da arquidiocese, Dom Benoît Seguiranno, continuava desaparecido.

Dom Serge-Miot, 63 anos, era arcebispo há dois anos, mas já atuava na arquidiocese como coadjutor há mais de 10 anos.

As redes de telecomunicações estão cortadas. Um missionário, falando por um telefone via satélite à agência MISNA, disse que o centro da cidade está “inteiramente devastado”. “É terrível. Nós estamos bem, mas perdemos contato com alguns de nossos seminaristas. Alguns devem estar feridos, outros devem estar mortos. Orem por nós”.

Outro sacerdote, padre Pierre Le Beller, falando também por satélite, disse temer “um número altíssimo de feridos”, e que será “uma verdadeira emergência” tratar de todos. Segundo ele, é muito difícil ter acesso a informações confiáveis.

O Haiti é o país mais pobre do ocidente, e os serviços de saúde já são bastante precários em situações normais.