Arcebispo de São Paulo será cardeal

Papa anunciou nomeação de Dom Odilo Pedro Scherer esta quarta-feira

| 966 visitas

CIDADE DO VATICANO, quarta-feira, 17 de outubro de 2007 (ZENIT.org).- Bento XVI anunciou esta quarta-feira, após sua catequese semanal com os peregrinos, no Vaticano, que o arcebispo de São Paulo (Brasil), Dom Odilo Pedro Scherer, será nomeado cardeal no próximo dia 24 de novembro.



Dom Odilo estará ao lado de outras 22 autoridades da Igreja, que também foram contempladas pelo Papa com a distinção.

Dentre os nomeados nesta ocasião por Bento XVI, Dom Odilo é o mais jovem, com 58 anos de idade. Será o terceiro mais jovem do Colégio Cardinalício, superado apenas pelo cardeal francês Philippe Barbarin, 57 anos, e pelo húngaro Peter Erdõ, 55 anos.

Nascido em Cerro Largo (Rio Grande do Sul, Brasil), em 21 de setembro de 1949, Dom Odilo Scherer fez seus estudos preparatórios no Seminário Menor de São José, Curitiba (Paraná).

Cursou Filosofia no Seminário Maior Rainha dos Apóstolos, também em Curitiba, e na Faculdade de Educação da Universidade de Passo Fundo (Rio Grande do Sul). Estudou Teologia no Studium Theologicum de Curitiba.

Foi ordenado presbítero no dia 7 de dezembro de 1976, em Quatro Pontes, Diocese de Toledo (Paraná).

Ainda como sacerdote, fez suas pós-graduações em Roma, sendo o Mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Gregoriana e o Doutorado em Teologia também por essa universidade.

Como presbítero, atuou principalmente como professor e reitor. Lecionou no Seminário Diocesano São José, em Cascavel (Paraná), e no Seminário Diocesano Maria Mãe da Igreja, em Toledo. Foi também reitor desses dois institutos.

Lecionou na Faculdade de Ciências Humanas Arnaldo Busatto, em Toledo, na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, também em Toledo, e no Instituto Teológico Paulo VI, em Londrina.

Foi vigário paroquial e pároco da Catedral Cristo Rei, em Toledo, e reitor do Seminário Teológico de Cascavel, cidade onde ainda atuou como diretor e professor do Centro Interdiocesano de Teologia.

Antes do episcopado, foi membro da Comissão Nacional do Clero, da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), e atuou na Congregação para os Bispos, da Santa Sé, por quase sete anos.

No dia 28 de novembro de 2001, foi nomeado bispo auxiliar de São Paulo. A ordenação ocorreu no dia 2 de fevereiro de 2002.

Como bispo, desempenhou o cargo de secretário-geral da CNBB de 2003 a 2007. Foi ainda secretário-geral adjunto da Quinta Conferência Geral do Episcopado da América Latina e Caribe, realizada em Aparecida, em maio de 2007.

É arcebispo de São Paulo desde 21 de março de 2007.

Seu lema é: In meam commemorationem.