Arcebispo Fratini, novo núncio na Espanha e Andorra

O Papa o nomeia também como observador permanente da Santa Sé na OMT

| 971 visitas

CIDADE DO VATICANO, quinta-feira, 20 de agosto de 2009 (ZENIT.org).- Bento XVI nomeou o arcebispo Renzo Fratini como novo núncio apostólico na Espanha e Andorra, além de observador permanente da Santa Sé na Organização Mundial de Turismo (OMT), segundo informou nesta quinta-feira a Sala de Imprensa da Santa Sé.

Dom Fratini, arcebispo titular de Botriana, era até agora núncio apostólico na Nigéria e substitui o arcebispo português Manuel Monteiro de Castro à frente da nunciatura de Madri e no cargo de representação da Santa Sé na OMT.

Nascido em 25 de abril de 1944 na localidade italiana de Urbisaglia, na diocese de Macerata, o novo representante do Papa na Espanha foi ordenado sacerdote aos 25 anos de idade. Doutorou-se em Direito Canônico.

No dia 8 de julho de 1974, ingressou no serviço diplomático da Santa Sé. Trabalhou nas representações pontifícias no Japão, Nigéria, Etiópia, Grécia, Equador, Jerusalém, Palestina e França.

No dia 7 de agosto de 1993, João Paulo II o nomeou pró-núncio apostólico no Paquistão e arcebispo titular de Botriana. Sua ordenação episcopal aconteceu no dia 2 de outubro desse mesmo ano.

Em 1998, foi nomeado núncio apostólico na Indonésia. Quase cinco anos mais tarde, o Papa o nomeou núncio apostólico no Timor Leste e, em 2004, núncio na Nigéria.

Por sua parte, Dom Monteiro de Castro, que foi núncio na Espanha desde 2000, foi nomeado como secretário da Congregação para os Bispos no último dia 3 de julho.

Dom Monteiro de Castro se transladará a Roma para trabalhar no dicastério cujo prefeito é o cardeal Giovanni Battista Re.

Antes, celebrará uma despedida, no próximo dia 30 de agosto, em uma Eucaristia solene na basílica pontifícia de São Miguel, templo da nunciatura em Madri, segundo informa a Sala de Imprensa da Conferência Episcopal Espanhola.

Dom Monteiro declarou que deixa Madri “com tristeza, mas com a satisfação de ter cumprido da melhor forma possível sua tarefa como representante do Santo Padre na Espanha” e assegurou que levará consigo “lembranças belíssimas”.