Arquidiocese de Belém realiza doze horas de homenagens a Nossa Senhora de Nazaré

A procissão do Traslado Ananindeua/Marituba é a mais demorada das 11 romarias

| 935 visitas

Por Alan de Jesus

BELÉM DO PARÁ, terça-feira, 16 de outubro de 2012 (ZENIT.org) - O que leva milhares de fiéis a percorrerem 55 quilômetros pelas ruas dos municípios paraenses? São ciclistas, motoqueiros, motoristas, pedestres que desejosos por expressar sua fé, seguem o carro com que leva a Berlinda com a Imagem de Nossa Senhora de Nazaré. O tradicional Traslado para os municípios de Ananindeua/Marituba aconteceu na última sexta-feira, 12, e é a primeira e mais demorada das onze procissões oficiais do Círio de Nazaré. A missa que antecede a romaria, na Basílica Santuário de Nazaré, às 7 horas, foi presidida pelo Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Belém, Dom Teodoro Mendes, e encerrou com celebração eucarística na Igreja Nossa Senhora das Graças, em Ananindeua, presidida pelo Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira, às 20h30. 

“Correr todo o percurso é para mim uma forma de expressar minha fé por Nossa Senhora de Nazaré”, afirmou Alcides Lopes, de 66 anos. Está foi a primeira vez que o corredor participou da procissão e afirma que não esquecerá. “Não deixarei mais de participar dessa procissão. A emoção é única”, explica.

O traslado foi coordenado pela Arquidiocese de Belém, com realização da Diretoria da Festa de Nazaré, com parceria da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Militar (PM), além do apoio das Prefeituras de Belém, Ananindeua, Marituba e outros órgãos.

HISTÓRICO

A Diretoria da Festa de Nazaré realizou o primeiro traslado para Ananindeua na 4ª Romaria Rodoviária, em 1992, durante o Círio de número 200. Em carro aberto, o percurso só foi realizado em 1997, no momento em que foi utilizado o “cibório” – uma abóbada sustentada por quatro colunas lisas e retorcidas - da Romaria das Crianças, onde a imagem era colocada. Para prevenir contra a ação do vento e da chuva, em 1999, o cibório foi substituído por uma réplica da Berlinda, em tamanho menor.

Em 2001, atendendo ao pedido da comunidade, foi acrescentado ao percurso a passagem por mais duas Paróquias: Amparo e Divino Espírito Santo. No ano seguinte, a Prefeitura de Marituba pediu que fosse acrescentado o deslocamento até a frente da Prefeitura do Município. Em 2009, o Icuí foi incluso no percurso total.