Arquidiocese de Brasília encerra o Ano da Fé com homenagem a Dom João Evangelista Martins Terra

Dezenas de fiéis, entre eles estudantes e membros de pastorais, lotaram a Catedral Metropolitana para homenagear o bispo auxiliar emérito da capital

Brasília, (Zenit.org) Izabel Fidelis | 442 visitas

No último domingo se encerrou no mundo inteiro o Ano da Fé, proclamado pelo papa emérito Bento XVI em outubro do ano passado. Em Brasília, a data contou com uma homenagem especial a Dom João Evangelista Martins Terra, bispos auxiliar emérito da capital, pelos seus 25 anos de episcopado.

Participaram da cerimônia os atuais bispos auxiliares de Brasília: Dom Leonardo Steiner, Dom Valdir Mamede, Dom José Aparecido Gonçalves e o arcebispo emérito, o cardeal Dom José Freire Falcão.

Durante a cerimônia, Dom Terra foi lembrado pelos seus trabalhos em Brasília, entre eles a criação do Instituto Bíblico, em 2006, e seu engajamento no movimento Sacerdotal Mariano.

O arcebispo de Brasília, Dom Sergio da Rocha, leu uma mensagem enviada pelo papa Francisco especialmente para a ocasião. “Damos graça a Deus por todos os dons que lhe foram concedidos, enquanto suplicamos intensamente os dons da Divina Graça, lhe concedemos a benção apostólica e pedimos que reze por nós e nosso ministério petrino”, afirmou o papa Francisco na mensagem.

Dom Sérgio falou ainda sobre a importância do Ano da Fé na vida dos fiéis brasilienses. “Encerramos o ano da fé agradecendo a Deus pelos muitos frutos, que as iniciativas das paróquias e diocese realizaram. E também pela mudança que esse tempo fez na vida das pessoas, muitos aproveitaram para conhecer melhor o Catecismo da Igreja, o Creio e a Palavra de Deus.”

Um pouco sobre Dom João Evangelista Martins Terra:

Dom Terra nasceu em Jardinópolis (SP) em 07 de março de 1925. Ordenou-se sacerdote em 1956, aos 19 anos, pelos Jesuítas. Estudou em Roma Teologia, Filosofia e Sagrada Escritura, tendo também exercido seu sacerdócio nos Estados Unidos, Líbano e na Síria.

Pertenceu à Pontifícia Comissão Bíblica de Roma, junto com o então cardeal Joseph Ratzinger, hoje Papa Emérito Bento XVI. Foi nomeado pelo Papa João Paulo II bispo auxiliar de Brasília em 1994.

É autor de mais de 200 obras e fundador do Instituto Bíblico de Brasília, onde atualmente leciona grego e outros idiomas.