As drogas matam duzentas mil pessoas por ano

Divulgado informe 2012 das Nações Unidas

| 1251 visitas

NOVA IORQUE, quinta-feira, 28 de junho de 2012 (ZENIT.org) – O mais recente informe das Nações Unidas sobre as drogas evidencia as dimensões deste flagelo.

"Heroína, cocaína e outras drogas continuam matando cerca de duzentas mil pessoas por ano, destruindo famílias, provocando a miséria de milhares de indivíduos e favorecendo a difusão do HIV". O alarme é de Yuri Fedotov, diretor executivo da agência das Nações Unidas de combate à droga e ao crime (ONUDC), que apresentou o Informe sobre Drogas 2012 no Palácio de Cristal.

De acordo com o documento, cerca de 230 milhões de pessoas, ou 5% da população adulta do mundo entre 15 e 64 anos, usaram uma droga ilegal pelo menos uma vez em 2010.

Proporcionar um adequado tratamento de saúde a todas as pessoas dependentes da droga custaria globalmente 250 bilhões de dólares. Os consumidores "problemáticos", em particular de heroína e de cocaína, são cerca de 27 milhões, equivalentes a 0,6% da população adulta mundial.

(Trad.ZENIT)