"As famílias da Terra Santa precisam de ajuda espiritual e material

A Fundação Vaticana "Centro Internacional Família de Nazaré, confiada à Renovação Carismática Católica, se prepara para a visita do Papa Francisco com uma série de encontros dedicados às famílias

Roma, (Zenit.org) Redacao | 325 visitas

A Fundação Vaticana “Centro Internacional Família de Nazaré”, erigida por Bento XVI para construir o sonho do Beato João Paulo II – a construção em Nazaré de uma “Casa do Papa” para a família de todo o mundo – de acordo com o Patriarcado Latino de Jerusalém dos Latinos com o Pontifício Conselho para a Família, promoveu uma série de encontros dedicados às famílias em vista da Visita pastoral do Papa Francisco prevista para o final de maio.

A Fundação Vaticana, presidida por Salvatore Martinez e confiada ao Movimento eclesial Renovação Carismática Católica, pretendeu iniciar um programa de atividades preparatórias necessárias para a sensibilização e a capacitação espiritual e pastoral das famílias da Terra Santa, que serão não somente as primeiras destinatárias, mas especialmente as protagonistas responsáveis do Centro Internacional da Fundação e uma delegação da mesma Fundação estarão na Palestina (Belém), Israel (Nazaré) e Jordânia (Amã) para implementar alguns dos encontros de evangelização e de formação abertos a todas as famílias ou reservados a casais que já estão envolvidos em atividades de animação pastoral.

Juntamente com o Patriarca Latino de Jerusalém dos Latinos, Mons. Fouad Twal, participarão: Mons. William Hanna Shomali, vigário Geral e Patriarcal da Palestina; Mons. Giacinto-Boulos Marcuzzo, vigário Patriarcal de Israel; mons. Maroun Elias Laham, vigário Patriarcal da Jordânia e delegado para a Pastoral Familiar na Terra Santa.

Salvatore Martinez comentou que "a notícia da Visita pastoral do Santo Padre Francisco na Terra Santa, na linha da Viagem realizada há cinquenta anos pelo servo de Deus Paulo VI, suscitou várias expectativas não somente em âmbito católico, mas também ecumênico e inter-religioso".

"O convite ao diálogo, urgente, do Papa Francisco, deve ser não somente recebido, mas alimentado”, acrescentou o presidente da RCC; “as famílias, para esta finalidade, com a sua subjetividade religiosa, podem representar um importante estabilizador social e um antídoto eficaz contra o fundamentalismo religioso. De fato, o tema da ‘família’ é caro para as três religiões monoteístas desafiadas pela modernidade e muitas vezes despreparadas no âmbito educativo e da transmissão da fé para as novas gerações”.

Portanto, concluiu Martinez , a Fundação Vaticana “Centro Internacional Família de Nazaré”, juntamente com Patriarcado Latino de Jerusalém dos Latinos e com o Pontifício Conselho para a Família, “quer estar presente e operante nas duas direções do apoio espiritual e material às família da Terra Santa e da bacia do Oriente Médio, incentivando um novo protagonismo".

(Trad.TS)