Assinados falsos contratos de trabalho no Vaticano: a denúncia é do Governatorato

Em um comunicado, o Governatorato pede para que se relate tais episódios para as autoridades italianas competentes, enviando cópia da denúncia para a Gendarmeria Vaticana

Roma, (Zenit.org) Redacao | 585 visitas

"Nestes últimos dias apareceram preocupantes relatos de Companhias que, inventando cargos oficiais recebidos pelo Governatorato do Estado da Cidade do Vaticano, elaboraram falsos contratos de trabalho para o Governatorato ou para algumas das sociedades que prestam serviços no Estado”.

Em um comunicado o Governatorato denunciou tal procedimento e pediu para “desconfiar de qualquer um que prometa empregos desse tipo”. “Os procedimentos para a seleção de pessoal nunca são realizados por empresas de terceiros, e também, neste momento, não há previsões de novas contratações", diz a nota, manifestando também desagrado ao verificar “que exista quem se aproveite da boa fé de tantos jovens e das suas famílias, especialmente neste momento de crise".

Informando desta situação, o Governatorato pede para se “relatar tais episódios às autoridades italianas competentes, enviando cópia da denúncia à Gendarmaria do Vaticano, e manifesta a esperança de que acabem estes graves comportamentos".

(Trad.TS)