Assis: frades de todo o mundo elegem o novo sucessor de São Francisco

800 anos depois, é aberto o 200º Capítulo Geral dos Frades Menores Conventuais

Roma, (Zenit.org) | 1163 visitas

Foi aberto neste sábado, 19, na Basílica de São Francisco de Assis, o 200º Capítulo Geral dos Frades Menores Conventuais. São cerca de 99 religiosos, dos cinco continentes, reunidos até 17 de fevereiro para eleger o sucessor de São Francisco. O evento acontece a cada seis anos e tem o objetivo de projetar a vida da ordem durante os próximos seis, além de eleger o ministro geral e os membros do conselho geral.

"É o evento mais importante da família franciscana, que permitirá que os frades reunidos ao redor do túmulo do seu fundador reencontrem energia e força para projetar o seu caminho futuro”, diz a nota divulgada pelo Sagrado Convento de Assis. “Acolhidos pelo guardião do Sacro Convento de Assis, padre Giuseppe Piemontese, pelo bispo de Assis, dom Domenico Sorrentino, e pelo prefeito de Assis, Claudio Ricci, os padres capitulares permanecerão cerca de um mês na cidade seráfica".

"Somos de 65 países”, declara o atual ministro geral, padre Marco Tasca. “Em alguns deles, a ordem acaba de nascer; em outros, já tem tradições centenárias. A nossa família religiosa é composta por 4.300 frades. Em alguns países há centenas de frades, em outros são poucas dezenas". Tasca definiu como "muito positivos e encorajadores os dados a respeito do grande crescimento numérico dos frades em alguns continentes, como a Ásia, a África e a América Latina".

A Ordem dos Frades Menores Conventuais tem nos ombros 800 anos de história. A data de fundação remonta a 1209 e corresponde à aprovação oral que o papa Inocêncio III concedeu a São Francisco, quando o fundador se apresentou em Roma com os 12 primeiros companheiros, que se juntaram a ele no casebre abandonado de Rivotorto de Assis. O primeiro capítulo geral se realizou em Assis e foi chamado, pelos biógrafos da época, de Capítulo das Esteiras. Nele foi eleito o primeiro sucessor do fundador, frei Elias, um dos primeiros companheiros de São Francisco e autor do projeto e da construção do complexo monumental que abriga os restos mortais do santo padroeiro da Itália.