Autoridade de Informação Financeira do Vaticano admitida no Grupo Egmont

Bruelhart: "reconhecidos os esforços da Santa Sé no combate à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo"

Roma, (Zenit.org) | 395 visitas

Por ocasião da 21° Sessão Plenária, que acontece em Sun City (África do Sul), o Grupo de Egmont, que reúne as Unidades de Inteligência Financeira (UIF) a nível mundial, admitiu a Autoridade de Informação Financeira (AIF) da Santa Sé e o Estado da Cidade do Vaticano como membro pleno.

A participação no Grupo de Egmont representa o inserimento em uma rede global de Unidade de Inteligência Financeira e facilita a troca de informações na luta contra a criminalidade financeira. Para a Santa Sé e o Estado da Cidade do Vaticano representa um novo passo na participação deste esforço internacional.

"A admissão da AIF no Egmont Group é o reconhecimento dos esforços sistemáticos da Santa Sé e do Estado da Cidade do Vaticano na identificação e combate à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo", disse René Bruelhart, Diretor de AIF.

"Nossa inclusão na rede global – acrescentou Bruelhart – promoverá ainda mais a nossa capacidade de contribuir na luta contra a criminalidade financeira”.

O Grupo Egmont foi fundado em 1995 e atualmente é composto pelas Unidades de inteligência financeira (UIF) de mais de 130 países. Este constitui o lugar apropriado das UIFs ao redor do mundo para a troca de informações e a coordenação da luta contra a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo.