Ave Maria, um guia para os mistérios do rosário

Publicação ilustra com imagens e palavras cada um dos vinte mistérios

Cidade do Vaticano, (Zenit.org) | 942 visitas

O papa Francisco preside neste sábado a oração do terço na basílica de Santa Maria Maior. A Livraria Editora Vaticana saúda o evento com a publicação “Ave Maria – ver, conhecer e meditar os mistérios do rosário”, um refinado livreto assinado por Maria Rosa Poggio, que se propõe acompanhar os fieis na recitação do terço (106 páginas, 8 euros na Itália; ainda sem tradução ao português).

“Os mistérios do terço, gozosos, dolorosos, gloriosos e luminosos, contam a história da salvação com imagens simples e formidáveis”, afirma a introdução. “Há séculos, a tradição cristã do Oriente e do Ocidente se esforça para ilustrar em imagens visíveis o invisível mistério de Deus, que, na história, se encarna, se revela e salva”.

Cada um dos vinte mistérios do terço, que constituem “uma espécie de síntese dos conteúdos fundamentais da fé cristã”, é introduzido por uma ilustração. Célebres obras-primas da arte de todos os tempos acompanham os textos, que propõem trechos dos Evangelhos, do Apocalipse e dos Atos dos Apóstolos. Seguem-se explicações e contextos de cada mistério, junto com a descrição dos personagens protagonistas. Todos os mistérios são encerrados por uma passagem ou mais do Catecismo da Igreja Católica.

O percurso de meditação começa com a imagem “porque da visão emocionante se passa ao conhecimento dos conteúdos essenciais da fé, para depois se pronunciar, primeiro com a cabeça e com o coração, e depois com as palavras, as orações que a tradição milenar nos entregou, e que a Igreja, Mãe e Mestra, ainda hoje nos convida a recitar”.

Maria Rosa Poggio, antropóloga cultural, está comprometida há mais de trinta anos com o ensinamento da religião católica e com a catequese, e fez numerosas edições de cursos de religião para as escolas primárias e secundárias da Itália. Pela Livraria e Editora Vaticana, ela foi a curadora de “Symbolum: percursos e aprofundamentos sobre o Catecismo da Igreja Católica”.