Beatificação do cardeal Van Thuan pode ocorrer em breve

Bispos do Vietnã estão esperançosos

| 1602 visitas

ROMA, quinta-feira, 22 de março de 2012 (ZENIT.org) - A Igreja no Vietnã manifestou a esperança de que em breve aconteça a beatificação do cardeal Van Thuan.

“Os bispos, os fiéis e toda a Igreja do Vietnã têm grandes esperanças no sucesso do processo de beatificação do nosso querido cardeal Xavier Van Thuan. Ele era uma pessoa especial, que viveu o evangelho como o único critério da sua vida”. Quem fala é Paul Nguyen Thai Hop, OP, bispo de Vinh e presidente da Comissão Justiça e Paz da Conferência Episcopal do Vietnã, na véspera da chegada de uma delegação vaticana do Conselho Pontifício para a Justiça e a Paz.

A delegação permanecerá no Vietnã de 23 de março a 9 de abril, coletando testemunhos sobre a vida e a obra do cardeal Francis Xavier Nguyen Van Thuan, que deverão ser úteis para a causa de beatificação.

Dom Paul Nguyen Thai Hop declarou à Fides: “Os fiéis vivem a visita da delegação do Vaticano com grande alegria e esperança, com a certeza de que o caminho para a beatificação do cardeal chegará a bom termo. O cardeal Van Thuan é uma figura muito amada. Sua história e testemunho são muito importantes para os fiéis vietnamitas. Bispos, sacerdotes, religiosas, leigos: uma grande lista de pessoas serão recebidas pela delegação vaticana. A comunidade católica vive com grande expectativa, emoção e entusiasmo esta histórica visita”.

O bispo fala ainda sobre o cardeal: “Quando eu era professor no Angelicum de Roma, o encontrava muito. Era uma pessoa especial, muito humilde, um homem que tinha como único critério de vida o evangelho. Ao lembrar dos dias escuros de cativeiro, ele não sentia ódio, mas falava com amor dos inimigos e perseguidores”.

Entre os testemunhos que a delegação escutará, tem destaque especial o do atual arcebispo de Hue, Stephen Nguyen Nhu Thê, amigo pessoal do cardeal. A delegação visitará Saigon, no sul do Vietnã, onde Van Thuan foi arcebispo coadjutor, e continuará o trabalho na diocese de Nha Trang, onde o cardeal foi bispo em 1967, aos 39 anos. Depois, partirá para Hue, cidade natal do cardeal, onde ele foi ordenado sacerdote e vigário geral antes de continuar os estudos em Roma. A pesquisa terminará em Hanói, onde o cardeal ficou tanto na cadeia quanto em prisão domiciliar.

A causa de beatificação foi aberta em 22 de outubro de 2010, por proposta do Conselho Pontifício para a Justiça e a Paz, do qual Van Thuan foi presidente. O prelado tinha sido preso sem julgamento e passou treze anos no campo de prisioneiros. Exilado em Roma, foi ordenado cardeal um ano antes da morte, em 2002.

Atualmente, um Observatório sobre a Doutrina Social da Igreja traz o seu nome: http://www.vanthuanobservatory.org.