Belarus celebra 150º aniversário das aparições de Lourdes

| 846 visitas

MINSK, terça-feira, 12 de fevereiro de 2008 (ZENIT.org).- Também Belarus, antigo país soviético, uniu-se às celebrações do 150º aniversário das aparições de Nossa Senhora na cidade francesa de Lourdes.

Em 9 de fevereiro se celebrou em Minsk o simpósio «No futuro com a Imaculada», do qual participaram o arcebispo Tadeusz Kondrusiewicz, de Minsk-Mohilov, o arcebispo Martin Vidovic, núncio apostólico em Belarus, sacerdotes e fiéis católicos, e ortodoxos bielo-russos e russos.

Os professores do seminário maior de Hrodna, os padres Tadeusz Wyszynski e Uladzimir Hulaj, apresentaram vários aspectos da doutrina católica sobre a Imaculada Conceição.

O arcebispo Kondrusiewicz, que durante cinco anos guiou a Arquidiocese da Mãe de Deus em Moscou, e a que em setembro foi confiado o cuidado da de Minsk-Mohilov em seu país natal, deu uma palestra sobre o tema «A Imaculada Mãe de Deus é estrela da esperança».

O prelado recordou que Nossa Senhora apareceu a Bernadette Soubirous na gruta de Massabielle, em Lourdes, em 11 de fevereiro de 1858. Em 25 de março, quando a jovem lhe perguntou quem era, respondeu que era a Imaculada Conceição.

«Estas palavras da Mãe de Deus – afirmou o arcebispo – são a confirmação do dogma da Imaculada Conceição da Santíssima Virgem Maria, proclamado em 1854 pelo Papa Pio IX.»

A «missão exclusiva e específica de Maria» de ser a mãe de Jesus Cristo, sublinhou o prelado, «em todo o Antigo Testamento foi preparada pela missão de mulheres escolhidas por Deus».

«Ao princípio foi Eva. Ainda que não obedeceu a vontade divina, foi-lhe prometido que teria uma descendência que venceria o espírito maligno. Converteu-se também na mãe de todos os viventes.»

Após ela, houve «um amplo leque de mulheres famosas»: «Sara, Ana, Débora, Rute, Judite, Ester».

«Para poder realizar a missão confiada por Deus – converter-se na Mãe do Salvador –, Maria recebeu d’Ele dons especiais», acrescentou o arcebispo Kondrusiewicz.

O Pe. Alexandr Shymbalou, presidente da seção para a educação e o catecismo da eparquia de Minsk, falou das peculiaridades da doutrina ortodoxa sobre a Virgem Maria, enquanto o Pe. Krzysztof Pozarski, pároco de São Estanislau, em São Petersburgo, Rússia, enfrentou a questão da atualidade das aparições marianas em Fátima e Lourdes.

Por sua parte, o Pe. Andrea Steckiewicz, professor do seminário «Maria Rainha dos Apóstolos» de São Petersburgo, dissertou sobre «O chamado à penitência como tema central das aparições de Lourdes e Fátima»; e o pároco de São João Batista em Minsk, Pe. Ihar Lashuk sdb, apresentou a história do desenvolvimento do culto da Imaculada Conceição da Beata Virgem Maria em Belarus.

O simpósio terminou com os testemunhos dos fiéis ante as aparições de Lourdes e o papel de Maria em sua vida.