Bélgica: a igreja do Santuário mariano de Beauraing é elevada a basílica

Há 80 anos, entre 29 de novembro de 1932 e 3 de janeiro de 1933, Nossa Senhora apareceu 33 vezes no local

Roma, (Zenit.org) | 617 visitas

Em 22 de agosto, a igreja superior do Santuário Mariano de Beauraing, na província de Namur, na Bélgica, foi elevada a basílica. O título de basílica é concedido por Roma após cuidadoso exame da Congregação para o Culto Divino e para a Disciplina dos Sacramentos.

A elevação da igreja a basílica ocorreu durante uma missa celebrada pelo bispo de Namur, dom Rémy Vancottem, na quinta-feira passada, 22 de agosto, festa de Maria Rainha. A cerimônia fez parte da peregrinação anual internacional e do encerramento das celebrações do 80º aniversário das aparições da Virgem Maria. A programação do dia incluiu um rosário meditado, a procissão eucarística seguida de bênção dos doentes e a missa de encerramento.

Beauraing, no sul de Dinant, foi local de aparições marianas durante o inverno de 1932-1933. De 29 de novembro a 3 de janeiro, Maria apareceu 33 vezes para cinco jovens: Fernande, Gilberte e Albert Voisin, e Andrée e Gilberte Degeimbre. Maria foi chamada por eles de “A Virgem do coração de ouro”. Durante as aparições, ela se mostrou com o coração iluminado, como se fosse ouro. Pediu que os jovens construíssem uma capela e fizessem uma peregrinação ao local das aparições. "Rezai, rezai muito", insistiu ela. Durante a última aparição, em 3 de janeiro de 1933, ela se revelou dizendo: "Eu sou a Mãe de Deus, a Rainha dos Céus".

Todos os anos, na festa de Maria Rainha, em 22 de agosto, é organizada uma peregrinação internacional em Beauraing . O culto foi autorizado em 2 fevereiro de 1943 pelo então bispo de Namur, dom André-Marie Charue, e, seis anos mais tarde, em 2 de julho de 1949, foi reconhecido o caráter sobrenatural do evento.

Beauraing é a quarta basílica da diocese de Namur-Luxemburgo, depois da basílica de Sainte-Materne em Walcourt, da igreja abacial de Orval e da basílica de Saint-Hubert. É também a 17ª basílica da Bélgica.