Bento XVI assegura que há espaço para todos na Terra Santa

Exige aproveitar as aberturas de trégua no conflito em Gaza

| 847 visitas

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 (ZENIT.org).- Bento XVI exigiu nesse domingo que se aproveitem as primeiras aberturas de trégua no conflito em Gaza, assegurando aos céticos que na Terra Santa há espaço para todos.

Após confessar que acompanha com proximidade a guerra, ao encontrar-se com os peregrinos com motivo da oração do Ângelus, pediu orações para «as centenas de crianças, anciãos, mulheres, vítimas inocentes da violência, os feridos, aqueles que choram por seus entes queridos e os que perderam seus bens».

Até agora, o conflito provocou entre os palestinos cerca de 1.250 vítimas mortais (mais de 400 crianças), enquanto os feridos são 5.200. As vítimas israelenses são dez soldados (alguns vítimas de fogo amigo) e três civis.

O Papa convidou os crentes «a acompanhar com oração os esforços que numerosas pessoas de boa vontade estão realizando para deter a tragédia».

«Espero profundamente que se saiba aproveitar, com sabedoria, as primeiras aberturas de trégua e encaminhar-se para soluções pacíficas e duradouras», disse.

Nesse sentido, o bispo alentou aqueles que, por uma e outra parte, «acreditam que na Terra Santa há espaço para todos, para que ajudem seus povos a voltar a levantar-se dos escombros e do terror e retomar valentemente o caminho do diálogo na justiça e na verdade».

«Este é o único caminho que pode abrir efetivamente um porvir de paz para os filhos desta querida região», afirmou.