Bento XVI: avançar no ecumenismo e trabalhar em conjunto por uma sociedade mais justa e fraterna

Roma, (Zenit.org) | 1106 visitas

Na festa de São Henrique de Uppsala, padroeiro da Finlândia, o Santo Padre Bento XVI recebeu em audiência uma delegação ecumênica da Igreja Luterana da Finlândia, que, como todos os anos, viaja em peregrinação a Roma nesta data.

O Santo Padre manifestou a sua alegria por esta tradicional visita anual e recordou que ela acontece na véspera da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, cujo tema vem do livro de Miquéias: "O que o Senhor pede de nós?".

“O profeta”, disse o papa, “esclarece: Deus nos pede fazer justiça, praticar a piedade, andar humildemente com o nosso Deus. O natal nos lembra que é Deus que, desde o início, caminha conosco e, na plenitude dos tempos, se encarnou para nos salvar dos nossos pecados e para guiar os nossos passos no caminho da santidade, da justiça e da paz".

"Andar humildemente na presença do Senhor, em obediência à sua palavra de salvação e com a confiança no seu plano de graça, é uma mostra eloquente não só da vida de fé, mas também do nosso caminho ecumênico rumo à unidade plena e visível de todos os cristãos. Neste caminho de discipulado, somos chamados a avançar juntos pelo caminho estreito da fidelidade à soberana vontade de Deus, para lidar com as dificuldades e com os obstáculos que podemos encontrar".

"Para avançar no caminho da fraternidade ecumênica, devemos estar cada vez mais unidos em oração, mais e mais engajados na busca da santidade, e cada vez mais envolvidos na pesquisa teológica e na cooperação a serviço de uma sociedade justa e fraterna. Ao longo deste caminho do ecumenismo espiritual, caminhamos realmente com Deus e com os outros, na justiça e no amor, porque, como afirma a Declaração Conjunta sobre a Doutrina da Justificação: 'Somos aceitos por Deus e recebemos o Espírito Santo, que renova os nossos corações e nos capacita e convida às boas obras’".

O papa terminou o discurso expressando a esperança de que a visita da delegação finlandesa a Roma "ajude a fortalecer as relações ecumênicas entre todos os cristãos na Finlândia. Damos graças a Deus por tudo o que já foi alcançado até agora e rezamos para que o Espírito da verdade guie os discípulos de Cristo em seu país na direção de um amor e de uma unidade ainda maiores, à medida que eles se empenham para viver à luz do evangelho e iluminar com essa luz as grandes questões morais das sociedades atuais”.

“Ao caminhar juntos na humildade pelo caminho da justiça, da misericórdia e da retidão que o Senhor nos indicou, os cristãos não só permanecerão na verdade, mas serão modelo de alegria e de esperança para todos aqueles que procuram um ponto seguro de referência neste mundo em rápida transformação".

Fonte: VIS