Bento XVI: Jesus é a Palavra definitiva de Deus

Ao celebrar a missa no mosteiro Mater Ecclesiae

| 1255 visitas

ROMA, quinta-feira, 16 de dezembro de 2010 (ZENIT.org) – Jesus é a Palavra definitiva de Deus aos homens, porque entregando-se em pessoa, mostrou o verdadeiro rosto do Pai. Essa é a mensagem central da homilia pronunciada nessa terça-feira pelo Papa Bento XVI na missa celebrada no mosteiro Mater Ecclesiae, no Vaticano.

Nesse dia, celebrava-se a memória litúrgica de São João da Cruz (1567-1622), assim como o quarto centenário da fundação da ordem da Visitação, à qual pertencem as monjas contemplativas do mosteiro.

O mosteiro Mater Ecclesiae, colocado dentro dos muros vaticanos, nasceu em 1994, por iniciativa de João Paulo II para criar uma comunidade de religiosas contemplativas que acompanhassem com a oração a atividade do pontífice e dos membros da Cúria Romana.

A cada cinco anos, o mosteiro é ocupado por uma comunidade diferente de religiosas contemplativas.

Na homilia, Bento XVI comentou alguns temas do pensamento de São João da Cruz, definido como o santo do mistério pascal.

Vivendo a cruz – disse o Papa – o santo compreendeu que esta é amor e que em seu mistério se realiza o mistério do amor.

O Papa afirmou que São João da Cruz explica que Deus entregou e disse tudo no Filho. Nele a humanidade pode reconhecer seu rosto, o rosto do Deus trinitário. A vocação do homem, portanto, é entrar nesta totalidade, ser tocado e penetrado interiormente pela riqueza do dom que é o próprio Deus.