Bento XVI nomeia ex-«ministro» mexicano membro de Academia Vaticana

Luis Ernesto Derbez Bautista foi secretário de Relações Exteriores de 2003 a 2006

| 583 visitas

ROMA, domingo, 21 de outubro de 2007 (ZENIT.org).- Bento XVI nomeou membro ordinário da Academia Pontifícia das Ciências Sociais Luis Ernesto Derbez Bautista, 60 anos, que foi secretário de Relações Exteriores da República Mexicana de 2003 a 2006.



Nesse cargo, inspirou e promoveu dois congressos organizados no México, em colaboração com essa Academia, sobre «Globalização e justiça internacional» (2004) e «Migração internacional» (2006).

Ao anunciar sua nomeação esse sábado, a Sala de Imprensa da Santa Sé recordou que atualmente Luis Ernesto Derbez é presidente do Centro de Globalização e Democracia do Instituto Tecnológico de Monterrey (Cidade do México).

Nascido na Cidade do México, em 1º de abril de 1947, Derbez é licenciado em Economia pela Universidade Autônoma de São Luis Potosí e tem mestrado em economia e organização industrial pela Universidade de Oregon, assim como doutorado em economia na Iowa State University. É membro do Partido Ação Nacional (PAN).

Trabalhou durante catorze anos para o Banco Mundial como responsável de áreas regionais de impacto e interesse internacional tais como Chile, região oeste e central da África, Índia, Nepal e Butão, entre outras.

Colaborou em programas de recuperação econômica em países que enfrentaram situações críticas tais como Honduras e Nicarágua depois de que o furacão Mitch destruiu porções consideráveis de seu território e economia.

João Paulo II criou esta Academia, em 1994, segundo explica o artigo 1 do «motu proprio» «Socialum Scientiarum», para «promover o estudo e o progresso das ciências sociais, econômicas, políticas e jurídicas à luz da doutrina social da Igreja».

O número de seus acadêmicos, também nomeados pelo Papa, não pode ser nem inferior a 20 nem superior a 40. Procedem de todo o mundo, sem distinção de confissão religiosa. São eleitos por seu alto nível de competência em alguma das diversas disciplinas sociais.

A presidenta da Academia Pontifícia das Ciências Sociais é Mary Ann Glendon, professora de Direito na Universidade de Harvard, Cambridge (Estados Unidos).