Bento XVI pede que se reze o Rosário pela paz nas famílias e no mundo

Recorda que é um pedido da Virgem em suas aparições

| 1079 visitas

CIDADE DO VATICANO, domingo, 7 de outubro de 2007 (ZENIT.org).- Bento XVI convidou este domingo a rezar o Rosário pela paz nas famílias e pela paz no mundo.



«É a mensagem que a Virgem deixou em suas diferentes aparições», explicou aos milhares de peregrinos congregados na praça de São Pedro, ao meio-dia, para rezar o Angelus.

«Penso, em particular – confessou desde a janela de seu apartamento –, nas de Fátima, ocorridas há 90 anos, aos três pastorinhos, Lúcia, Jacinta e Francisco, nas quais se apresentou como “a Virgem do Rosário”, recomendou com insistência a oração do Rosário todos os dias, para alcançar o fim da guerra».

«Nós também queremos acolher o materno pedido da Virgem, comprometendo-nos a rezar com fé o Rosário pela paz nas famílias, nas nações e em todo o mundo», afirmou.

Nesse dia, no qual a Igreja celebrava a Virgem do Rosário, aconteceu a Jornada Mundial do Rosário, iniciativa surgida há onze anos no México, pela qual milhões de pessoas dos cinco continentes ficaram unidas ao recitar esta oração mariana em lugares públicos (Cf. http://www.churchforum.org/rosario/).

«O Rosário é um meio doado pela Virgem para contemplar Jesus e, ao meditar em sua vida, amá-lo e segui-lo cada vez mais fielmente», explicou o Papa, recordando o papel decisivo que São Domingos de Gusmão, fundador da Ordem de Pregadores (dominicanos), desempenhou na difusão desta prática a partir do ano 1214.