Bento XVI pede solidariedade com afetados pela crise

Em particular para quem perdeu o emprego

| 863 visitas

CIDADE DO VATICANO, sexta-feira, 19 de dezembro de 2008 (ZENIT.org).- Bento XVI pediu solidariedade com todos os afetados pela crise econômica, em particular com quem perdeu o emprego.

A exortação do Papa foi ouvida pelos membros do Departamento do Trabalho da Sé Apostólica, recebidos nesta sexta-feira em audiência, poucos dias antes da celebração do 20º aniversário de sua criação por parte de João Paulo II. 

«Ao aproximar-se o Santo Natal, penso quase espontaneamente na crise do trabalho que preocupa hoje toda a humanidade», confessou o Santo Padre. 

«Quem tem a possibilidade de trabalhar, agradeça ao Senhor e abra com generosidade o espírito a quem, ao contrário, encontra-se em dificuldades trabalhistas e econômicas.»

«Que o Menino Jesus, que na Noite Santa de Belém se fez homem para sair ao encontro das nossas dificuldades, olhe com bondade para quem se vê duramente afetado por esta crise mundial e suscite em todos os sentimentos de autêntica solidariedade.»

Citando a mensagem que escreveu para a próxima Jornada Mundial da Paz, Bento XVI recordou que «a luta contra a pobreza tem necessidade de homens e mulheres que vivam profundamente a fraternidade e sejam capazes de acompanhar pessoas, famílias e comunidades em caminhos de autêntico desenvolvimento humano».