Bento XVI, peregrino entre peregrinos de Lourdes

Por ocasião dos 150 anos das aparições de Nossa Senhora

| 679 visitas

CIDADE DO VATICANO, terça-feira, 9 de setembro de 2008 (ZENIT.org).- Bento XVI viajará a Lourdes de 13 a 15 de setembro como peregrino entre peregrinos para celebrar os 150 anos das aparições da Virgem Maria.

De fato, ao chegar à localidade dos Pirineus, o Papa percorrerá as primeiras 3 etapas do «caminho do jubileu», ligadas à vida de Santa Bernadete, a vidente das aparições, segundo revelou nesta terça-feira o Pe. Federico Lombardi S.J., diretor da Sala de Informações da Santa Sé.

Na noite se unirá à procissão com as tochas típicas de Lourdes, da qual normalmente participam centenas de enfermos. O Papa dirigirá aos peregrinos seu primeiro discurso na cidade mariana.

No domingo pela manhã, às 10h, ele presidirá a celebração eucarística no Prado (La Prairie), diante da Gruta de Maria, em recordação do aniversário das aparições.

Segundo o Pe. Lombardi, «trata-se de uma missa que para a França tem horizontes internacionais, devido à presença universal dos peregrinos que chegam do mundo inteiro ao santuário».

Na celebração estarão presentes todos os bispos da França. Logo após isso, o Papa se reunirá com eles no Hemiciclo de Santa Bernadete.

Junto deles, o Papa falará sobre os «diferentes problemas e temas» da «presença e missão da Igreja em uma sociedade secularizada».

Na segunda-feira, acontecerá a jornada dos enfermos. Bento XVI, depois de ter rezado no lugar no qual Bernadete recebeu a primeira comunhão, para percorrer a última etapa do «caminho jubilar», celebrará a missa para eles. Pouco depois, por volta do meio-dia, regressará a Roma.