Bispo pede esforço na superação de crises matrimoniais

D. António Carrilho contra mentalidade favorecida por nova lei do divórcio em Portugal

| 1203 visitas

FUNCHAL, sexta-feira, 16 de maio de 2008 (ZENIT.org).- O bispo do Funchal, Dom António Carrilho, pediu essa quinta-feira que haja esforço na superação das crises matrimoniais.

Durante a Jornada Diocesana da Família do Funchal, o bispo advogou contra a mentalidade favorecida pela nova lei do divórcio em Portugal, que facilita a dissolução familiar.

A nova lei, aprovada em abril, possibilita que o casamento seja facilmente quebrado judicialmente, diante apenas da vontade expressa de um dos cônjuges.

«Acho que é importante criar estímulo à superação das crises e não deixar de afirmar valores que valem para cada pessoa e valem para cada família», afirmou o bispo, segundo refere Agência Eccleisia.

Dom António Carrilho destacou que, muitas vezes, uma simples «palavra amiga» pode ser a solução para uma crise matrimonial.

«Já aconteceu comigo das pessoas agradecerem por ter ajudado a superar crises que, à partida, pareciam só ter solução com o divórcio», disse.

O bispo chamou os casais a não perderem «o sentido da responsabilidade» no matrimônio e a assumirem «os valores até ao fim».

Segundo Dom Carrilho, «é na família que se constroem os modelos de responsabilidade».